Ter atenção e cuidado no planejamento das finanças de uma empresa, comumente significa organizar e montar um bom fluxo de caixa. Essa ferramenta permite que uma imobiliária (ou qualquer outro tipo de empresa) possa prever o futuro das finanças e, consequentemente, faça ajustes necessários. Tudo com o objetivo de ter certeza que a empresa possui uma boa saúde financeira. Quer saber mais sobre o tema? Basta seguir lendo o artigo!

O que é fluxo de caixa?

Fluxo de caixa, como citamos, é uma ferramenta de planejamento e gestão das finanças. Com ela você controla o que entra e sai do caixa da empresa. Isso permite que se garanta que sempre exista um capital de giro na empresa. Adicionalmente, o saldo positivo permite que pequenas compras e investimentos não sejam um grande problema.

Sabe aquele novo toner para impressora? Ou a compra de novos cartões de visitas para os corretores? E aquele computador novo que danificou durante a última chuva? Enfim, essas compras de última hora, é através de um bom controle do fluxo de caixa que não se passa necessidade para cobrir gastos inesperados deste tipo.

Como elaborar o fluxo de caixa?

Para montar um fluxo de caixa é essencial que o gestor da imobiliária tenha uma visão bem detalhada do atual momento da empresa. Além disso é essencial que se saiba as despesas e lucros futuros. Tudo isso deve ser organizado em uma tabela, planilha ou software.

fluxo de caixa planilha

Utilização de softwares

Agora vai uma dica especial e óbvia. Devemos utilizar, pelo menos, planilhas para este tipo de tarefa. Fazer este tipo de planejamento em folhas de papel, sem nenhum auxílio de software que não seja uma simples calculadora é, simplesmente, uma grande perda de tempo. Planilhas permitem o cálculo automático das células, além da plotagem de gráficos que permitem visualizar melhor a projeção para o futuro do caixa.

O principal problema de planilhas é que é necessário reservar um tempo, pelo menos, para o início da montagem da mesma. Atualmente, já existem softwares que permitem a montagem de uma planilha de controle do fluxo de caixa de maneira mais eficiente.

Primeira elaboração

O primeiro passo, uma vez definida a maneira como você fará o fluxo de caixa para sua imobiliária é separar as informações a seguir:

  • Despesas recorrentes previsíveis (água, luz, telefone, internet, aluguel, funcionários, etc)
  • Despesas e Dívidas a serem pagas
  • Contas a receber
  • Saldo atual

Também lembre-se de fazer uma estimativa conservadora de contas a pagar e a receber não previsíveis. Estas contas incluem receitas com a venda de imóveis (você nunca sabe ao certo quantos imóveis serão vendidos por mês). Apenas seja cuidadoso com estes dados, uma estimativa errada pode levar ao erro no cálculo do seu saldo atual. O que pode complicar seriamente as finanças da imobiliária.

fluxo de caixa folhas gráficos

Uma dica é: faça uma média das receitas de vendas de imóveis dos últimos 12 meses. Remova parte deste valor (5, 10 ou 20%) e utilize este valor como uma receita fixa mensal. Quanto mais você remover, mais conservador você será. Mas uma remoção muito grande pode te impedir de prever o valor real que sua empresa recebe mensalmente.

Manutenção das contas

Com a primeira versão do seu fluxo de caixa você já terá uma boa ideia da saúde financeira da sua empresa. Você saberá, pelo menos, qual a expectativa para os próximos meses e, com base nesta informação você poderá tomar decisões importantes. Mas, antes de mergulharmos nestas decisões, precisamos entender o próximo passo em termos de elaboração do fluxo de caixa.

Agora sua função é registrar tudo que entra e sai do caixa. Por menor que seja a operação é essencial que a mesma seja registrada. Caso contrário, você estará arriscando perder o controle da gestão financeira da empresa.

Logo, faça o lançamento/atualização de valores na suas planilhas a medida que contas estão sendo pagas e comissões são recebidas. Por exemplo, suponha que você trabalhou com o valor médio da conta de luz, a pagar a mesma, é recomendável que você substitua o valor assumido e coloque o valor real pago. O mesmo vale para outras receitas e despesas.

fluxo de caixa investimento

Decisões feitas com base no fluxo de caixa

O fluxo de caixa permite que você tome decisões importantes quanto à imobiliária. A primeira coisa que você precisa definir é: qual o capital de giro mínimo que preciso possuir. Isso dependerá da sua imobiliária e do seu modelo de gestão. Mas uma vez que você define o valor que você pretende sempre ter em caixa é possível determinar se seu caixa está em uma situação de superávit ou em déficit.

Em uma situação de superávit, é interessante que você considere maneiras de investir o dinheiro. O investimento pode ser tanto externamente, através de bancos e bolsas. Mas pode-se também reinvestir o capital ocioso na própria empresa. Seja com a compra de novos equipamentos e produtos que podem garantir um retorno ainda maior.

Apenas nunca deixe este capital ocioso parado. Lembre-se todo recurso que não é investido perde valor com o tempo devido à inflação. Logo, é essencial que você tenha em mente o que fazer com o dinheiro gerado pela sua imobiliária.

fluxo de caixa dinheiro ar

Agora, existe uma situação não tão positiva, mas que também ocorre que são os casos em que seu caixa fica negativo. Nestas situações de déficit financeiro é o fluxo de caixa permite que você veja cada uma das suas despesas e, permite, portanto, que você saiba quais contas deverão ser cortadas ou reduzidas.

Conclusão

O fluxo de caixa é uma ferramenta indispensável para qualquer negócio, o que inclui imobiliárias. A natureza variável das receitas de uma imobiliária pode tornar a previsão da situação financeira da mesma mais complexa que outros tipos de negócios. Mas técnicas de análise da média de receitas e despesas mensais passadas pode auxiliar na previsão de valores.

Softwares são essenciais e o ville Imob por exemplo, pode garantir que você não esqueça de pagar nenhuma conta graças ao seu recurso de cadastro de contas a pagar e a receber. É possível até mesmo cadastrar um email que receberá avisos quando a data de pagamento das contas se aproxima.

Além disso, é sempre válido lembrar que o ville Imob é uma plataforma completa para corretores e imobiliárias. Logo você também conta com um site completo, ferramentas de integração e um poderoso CRM Imobiliário. Faça hoje mesmo seu teste grátis e veja as vantagens da utilização do ville Imob.