A comissão dos corretores de imóveis é uma das principais dúvidas para quem está pensando em dar os primeiros passos no mercado imobiliário. Afinal de contas, atuar como profissional autônomo nesse setor implica não ter salário mensal garantido.

Mesmo assim, quando concretizada uma venda, a comissão dos corretores de imóveis podem ser bastante consideráveis. É possível que ela compense todos meses anteriores que os profissionais passaram em branco.

Ficou curioso? Então, continue acompanhando esse texto e tire todas as suas dúvidas sobre a comissão dos corretores de imóveis:

Os valores para cada modalidade

Existem inúmeras variáveis que podem influenciar no valor de sua comissão. Por exemplo, imóveis urbanos ou industriais garantem entre de 6% e 8% do valor total da venda. Por sua vez, imóveis rurais podem render ao corretor de imóveis uma comissão de venda entre 6% e 10%.

comissão dos corretores de imóveis por modalidade

Além disso, questões práticas e de acordo entre a imobiliária e o corretor também podem influenciar. Às vezes, o profissional pode abrir mão de uma comissão maior em troca de benefícios como combustível, ajuda de custo ou meio de locomoção. Quando a comparação fica entre os imóveis avulsos e os lançamentos, o primeiro traz melhores condições de ganhos.

Parceria: como dividir os honorários corretamente

Em um mercado tão competitivo, é comum encontrarmos corretores de imóveis parceiros. Nesse caso, a divisão dos honorários precisa estar estabelecidas por escrito para evitar conflitos no futuro. É uma questão de segurança para os envolvidos.

A princípio, a comissão deve ser dividida igualmente, mas as partes podem estabelecer previamente divisões diferentes. Elas podem ser  baseadas no trabalho que cada parte deve desenvolver ou nas despesas que devem ser levadas em consideração.

Quem paga a taxa de corretagem?

Quando sai para procurar um imóvel, o comprador não sabe quem será o corretor de imóveis. Quem contrata esse profissional é o proprietário do imóvel, que também fica responsável pela sua comissão, por consequência.

comissão dos corretores de imóveis quem paga

Há casos em que a comissão pode ser cobrada do comprador. Isso ocorre quando ele contrata um corretor para encontrar o imóvel que atenda às suas necessidades.

Como garantir a comissão dos corretores de imóveis?

Uma prática pode colocar o ganho da comissão dos corretores de imóveis sob risco. De repente, após o corretor iniciar o devido processo de intermediação, o comprador acaba desistindo da compra, sem expressar um motivo razoável. Daí, o profissional da corretagem descobre, algum tempo depois, que a venda foi feita diretamente com o proprietário, dispensando o pagamento da comissão.

Esse tipo de prática precisa ser evitado. Para isso, o corretor deve ter uma proposta estabelecida por escrito e assinada pelo comprador e pelo vendedor. A corretagem tem regulamentação prevista em lei e todas as medidas legais necessárias devem ser utilizadas para que também haja o devido reconhecimento e respeito a profissão. 

É importante também solicitar que o comprador assine a declaração de visita ao imóvel como uma prova de que você foi o responsável por levá-lo até o imóvel. Trata-se de um documento com validade jurídica. Na plataforma ville Imob, você consegue gerar um modelo da declaração de visita ao imóvel rapidamente. Basta editar o endereço do imóvel e o nome do cliente.

O que fazer com a comissão recebida?

Se não houver um bom planejamento financeiro para corretor de imóveis, a comissão recebida pode acabar antes do esperado. É um risco bastante comum para alguns profissionais liberais sem renda fixa.

comissão dos corretores de imóveis planejamento

Por isso, não basta garantir o rendimento para um mês, é preciso prever se o mês seguinte deve ser tão bom ou não. Aqui, consultar seu CRM Imobiliário pode ajudá-lo para saber como anda o status de cada negociação.

Mesmo assim, você pode (e deve) reservar parte da comissão para despesas futuras do ofício. Seria como um “capital de giro”. Por outro lado, você também pode fazer uma aplicação a longo prazo. Mas somente se estiver certo que a situação é tranquila e que não será necessário resgatar o dinheiro antes do prazo.

Por fim, não esqueça dos impostos gerados sobre seus ganhos. Muitos acabam deixando isso de lado. Um risco que pode gerar tributos maiores que o necessário.

É preciso ficar atento a todos esses detalhes da comissão dos corretores de imóveis para garantir sua sobrevivência no mercado. Boas vendas!

Posts relacionados