Quando pensamos na ideia de uma bolha imobiliária logo lembramos de grandes crises. E não é para menos, bolhas imobiliárias são, de fato, momentos em que o mercado passa por uma grande crise. Se você, caro amigo corretor, não sabe exatamente o que é uma bolha imobiliária, então, continue lendo este artigo onde explicaremos os pontos mais importantes sobre este complexo tema.

Bolha imobiliária: assunto de corretor ou investidor

Não é atoa que poucos blogs voltados para corretores de imóveis raramente trabalham neste tópico. Bolhas imobiliárias são assuntos mais estudados por investidores porque o impacto de tal situação pode acarretar em uma enorme perda financeira. Além disso, é complicado a identificação de uma bolha, como veremos ao longo do artigo. Logo, estudar sobre o assunto é a maior chance que investidores possuem de entender o problema rapidamente.

bolha imobiliária desespero

Mas, o fato que bolhas são comumente estudadas por investidores, não significa que elas não são de interesse do corretor de imóveis. Muito pelo contrário, as consequências de um evento econômico deste porte pode afetar os negócios de um corretor de imóveis. Logo, entender o que é uma bolha e como agir caso um evento deste aconteça é importante.

O que é uma bolha, em termos econômicos

Bolhas são situações em que um produto é extremamente valorizado, de maneira quase irracional. Até o momento em que o mercado percebe que o produto não vale tudo isso. Neste momento a bolha estoura, e o produto é desvalorizado rapidamente. O que faz com que investidores percam o dinheiro investido.

Recentemente houve um rápido crescimento do valor de criptomoedas. Todos os investidores estavam pesquisando e, consequentemente, investindo no novo mercado. Mas o tempo de valorização durou pouco e hoje em dia, várias pessoas perderam dinheiro com a rápida desvalorização.

bolha imobiliária criptomoeda

Mas e as bolhas imobiliárias

No mercado imobiliário, portanto, uma bolha ocorre se houver uma rápida valorização de imóveis. Recentemente em Itabira-MG, por exemplo, houve uma supervalorização dos preços de alugueis. Esse aumento ocorreu devido à chegada de uma nova universidade e o grande número de alunos e professores buscando imóveis para alugar.

Além disso, houve uma construção que fez com que empresas contratassem empreiteiras de com trabalhadores de fora da cidade. O que aumentou ainda mais a busca de imóveis. Tudo aconteceu no mesmo momento e não haviam imóveis o suficiente para suprir essa demanda. O valor mensal pago chegou a triplicar em alguns casos.

Hoje em dia o mercado estabilizou e os preços voltaram aos patamares iniciais. Quem investiu, com a compra de imóveis para aluguel por exemplo, no momento de valorização. Pode ter perdido dinheiro uma vez que o valor do aluguel caiu. Mas o impacto foi local e não se falou em bolha, devido às proporções.

Bolhas imobiliárias de grandes proporções

Uma bolha imobiliária de grandes proporções ocorre quando existe uma reação em cadeia. Não é apenas em uma pequena cidade que os preços aumentam. Isso ocorre no país inteiro. Foi o que aconteceu nos Estados Unidos em 2007.

A reação em cadeia citada pode ser explicada pelo fato de que bancos utilizaram o valor de imóveis (supervalorizados) como garantia para empréstimos. As pessoas pegavam os empréstimos e apostavam no reinvestimento em imóveis em construção. E criou-se um ciclo até momento em que os imóveis não estavam vendendo tão bem (baixa liquidez), houve então uma desvalorização e a “bolha estourou”.

bolha imobiliária gráfico

Todas as pessoas que compraram imóveis para revender tiveram dificuldades para vendê-los. Ou simplesmente tiveram que entregar aos bancos. Isso porque é importante lembrar que várias pessoas compraram estes imóveis através de empréstimos.

Muitas pessoas falam em uma bolha imobiliária no país. Mas este assunto é algo que vários investidores discordam. Hoje em dia acredita-se mais que o mercado trabalha com variações nos valores. Existirão momentos em que ele estará valorizado e os imóveis serão vendidos à altos preços. Outros momentos, haverá uma leve recessão, associada à uma baixa procura e o preço médio dos imóveis será reduzido.

Por que corretores precisam saber sobre bolhas imobiliárias

Existem vários motivos pelos quais é interessante que um corretor entenda esse conceito. Primeiramente, o corretor lida com diversos tipos de clientes. São comuns os casos em que um corretor trabalha, por exemplo, com investidores. E, pode ser que os investidores resolvam falar sobre este tópico.

Não seria interessante para o corretor passar a impressão de não ter a menor ideia o que é uma bolha imobiliária. Não precisa ser especialista, após a leitura deste artigo, por exemplo, você estará longe de ser um guru do assunto. Mas, você certamente conseguirá discutir e entender o que ele quer dizer com este termo.

Mas este não é o único motivo. Surgiram várias especulações nos últimos anos que o país está em uma bolha imobiliária. E então, diversos especialistas no assunto refutaram a hipótese, afirmando que o movimento não gera preocupação. Isso não quer dizer que podemos fechar os olhos para a possibilidade. Mas quer dizer que não precisamos ficar nos preocupando com isso todos os dias.

Independentemente, entender o que é uma bolha imobiliária permite que o corretor não se assuste quando ver alguma especulação. Ele saberá que precisa apenas buscar por informações mais confiáveis. Além de analisar o mercado algo que ele será capaz de fazer, dado sua experiência.

bolha imobiliária moeda

Entender a bolha imobiliária também é importante pelo simples fato que este é o ramo de trabalho do corretor. Além disso, caso realmente ocorra algo similar à uma bolha no futuro, o corretor que entende do assunto saberá como enfrentá-la.

Qual a função do corretor com relação à este assunto?

O corretor de imóveis não pode parar ou sequer criar uma bolha imobiliária. Logo, não há muito que ele possa fazer neste sentido. Caso alguma bolha venha a ocorrer, é importante entender que haverá sim um forte momento de recessão. Mas este momento terá um fim e, logo os imóveis voltarão a ser vendidos.

Logo, o corretor deve se manter firme e se preparar caso observe algum forte indício de bolha. Claro, considerando que este indício está sendo observado por outros especialistas do assunto. Mas, como as chances de ocorrência de uma bolha de grande escala são baixas, é papel do corretor trabalhar com a educação dos seus clientes, seja através das redes sociais ou através do seu blog imobiliário.

Agora, se você ainda não possui um site imobiliário com espaço para seu próprio blog. Ou ainda, se você não possui um software imobiliário que te ajuda na gestão e publicação de imóveis nas redes sociais, recomendamos o ville Imob. Com ele você consegue criar seu próprio site imobiliário rapidamente. Utilizando como modelo um dos diversos templates diferentes.

Publicar imóveis nas redes sociais também é rápido e prático. Isto graças à ferramenta de integração social, inclusa na plataforma. Existem diversos outros recursos essenciais para o corretor moderno. Que permitirão que você seja mais produtivo e tenha mais tempo para investir nos seus estudos. Podendo então entender tópicos complexos, como o visto hoje. Faça agora mesmo seu teste grátis e veja como a plataforma funciona.

Posts relacionados