O mercado imobiliário não está em seu melhor momento, mas busca alternativas para continuar vendendo. De acordo com a Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), foram negociadas 9.271 unidades no mês de agosto no Brasil, um pequeno avanço de 1,4% na comparação com as vendas no mesmo período do ano passado.

Quanto aos lançamentos, o setor evoluiu também. Até agosto de 2016, 38 mil unidades foram lançadas, aumento de 18,5% se comparado com o mesmo período em 2015.

Apesar de números animadores, os corretores também buscam novas formas de negócio para alavancar as vendas de imóveis e recorrem às vendas de imóveis avulsos. A seguir, listamos meios para conseguir fazer negócio com esse tipo de imóvel.

 

O que é?

Primeiro, é preciso saber sua definição. Imóveis avulsos são aqueles cujo dono é um proprietário particular, que não tem vínculo com um empreendimento imobiliário, incorporadora ou construtora. Eles podem ser residenciais ou não; novos ou usados. Esses imóveis são importantes para as negociações imobiliárias e o corretor precisa estar atento para viabilizar essas vendas.

 

Estude o imóvel

O corretor precisa, antes de mais nada, conhecer o imóvel. Para isso, é preciso fazer um exame minucioso da unidade. Isso inclui verificar suas condições de conservação, principalmente se for um imóvel usado. Caso seja necessário, indique ao proprietário fazer reformas para que ele possa ser comercializado da maneira adequada.

Visite o imóvel em diferentes dias e horários para saber a real situação do local e, também, para conhecer a vizinhança. Verifique as ruas próximas e obtenha informações sobre tráfego intenso de veículos.

imob-v30-728x90-post

Tenha contatos

Esteja em contato com os melhores prestadores de serviço e indique quem possa fazer os reparos no imóvel “danificado”. Tudo deve passar por você, pois, conhecer os problemas vai te ajudar a solucioná-los e convencer os possíveis compradores. Um corretor que é pego de surpresa não se livra dos conflitos, só ajuda a criá-los.

 

O preço importa

Como se trata de imóveis de terceiros, é importante consultar em fontes de referência e pesquisar sobre valores, comparar preços de imóveis semelhantes e, evitar assim, a supervalorização ou depreciação do imóvel.

 

Documentação do imóvel

Os documentos devem comprovar a titularidade do cliente/vendedor para assegurar a transferência de propriedade para o comprador. É importante recorrer à assessoria jurídica. Além disso, é interessante consultar a matrícula, verificar a planta, ter fotos dos cômodos, etc. O futuro proprietário não pode ter dúvidas sobre a qualidade e autenticidade do imóvel, por isso, você precisa ter tudo organizado para fazê-lo comprar.

Essas foram algumas dicas para que você valorize um imóvel avulso. São ideias que facilitarão as negociações e mostrarão ao cliente que ele pode comprar sem medo. Ele perceberá que o corretor se preocupou em conhecer o local e fez o melhor. Boas vendas!

 

 

Posts relacionados