Sua estratégia de marketing imobiliário está apresentando problemas sérios e você não consegue avaliar e encontrar qual o motivo principal da falha? Neste artigo exploramos erros comumente cometidos na hora de executar ações e campanhas de marketing no mercado imobiliário. Portanto continue a leitura e garanta que suas campanhas estão perfeitas!

1. Falta de estudo e entendimento sobre o tema

Trabalhar com marketing imobiliário pode ser bem complexo. Não que o tema em si seja mais difícil que outro tema que um bom corretor ou empresário precise saber. Mas sim porque, assim como qualquer outro assunto, é essencial que pesquisas sejam feitas e o corretor ou dono da imobiliária se dediquem por algumas horas para entender os diversos aspectos.

Quando não queremos pesquisar e entender como funciona o marketing imobiliário (ou qualquer outro assunto). Surge-se então a tentação de aprender na prática. O pensamento é o seguinte: vamos lançar uma página nas redes sociais, alguns anúncios no jornal e ver o que acontece. Ou algo similar, sendo que sempre se espera resultados sem metas e planos de ação bem estabelecidos.

marketing imobiliário estudar

Não é uma surpresa que essa estratégia acaba tendo diversos problemas e pode, simplesmente falhar. Em alguns raros casos o tiro é certeiro e a estratégia funciona. Muito mais pela sorte que por um passo a passo metódico. Logo, a primeira dica é: pesquise e estude bastante sobre marketing. Blogs como o do villeTarget, villeImob entre outros podem ser muito úteis. Vídeos de canais especializados também podem auxiliar.

Uma educação formal no assunto também não atrapalha. Logo, se quiser, você pode sim apostar em mini-cursos, workshops, livros e um diálogo/consultoria com especialistas. Tudo isso vai permitir que você trace um plano de marketing mais bem definido. Além de entender melhor as melhores estratégias de marketing entre outros aspectos. O que não dá é atirar de olho fechado e torcer para que a flecha atinja o alvo.

2. Falta de planejamento

Acabamos de falar que com estudos você conseguirá fazer um bom planejamento do seu marketing. Pois bem, a falta de planejamento é exatamente um dos motivos que sua estratégia de marketing imobiliário pode falhar. É quando você e sua equipe de marketing definem o planejamento que importantes aspetos são definidos.

A questão do planejamento é tão importante que vamos subdividir a mesma em três aspectos, definição dos objetivos, das estratégias e dos indicadores utilizados.

marketing imobiliário plano

2.1 Falta de definição dos objetivos

Começar a caminhar sem saber onde quer chegar é um erro tão comum que já virou frase de livros e palestras motivacionais. Mas começar uma campanha de marketing sem definir qual é o seu objetivo com a mesma é exatamente o que esta frase representa. Toda ação de marketing feita pela sua imobiliária deve ter um objetivo fixo, claro e mensurável.

Por exemplo, se vocês dobrarão o número de postagens diárias nas redes sociais. Deve existir um objetivo claro, como por exemplo o aumento de engajamento. Que pode ser um objetivo fixo, relativamente claro e possível de se mensurar (através do número de curtidas e comentários de cada postagem).

Por fim lembre-se, toda ação de marketing deve ser feita a partir de uma necessidade. Se você precisa de aumentar o engajamento nas redes sociais, como no exemplo anterior, este é o seu objetivo. Agora se a necessidade é vender um alto número de imóveis na planta, graças à uma parceria com uma construtora, então o objetivo da campanha será com base nesta necessidade.

2.2 Estratégias e ações mal definidas

Para campanhas de marketing cujo objetivo está bem definido, um dos principais erros é a falta de definição do passo a passo a ser seguido. Todas as ações devem ser documentadas e mencionadas no momento de definição da estratégia de marketing imobiliário. Não adianta definir um destino e começar a caminhar sem saber qual rua você deve seguir.

marketing imobiliário estratégia

E se você está se perguntando: meu plano de marketing precisa ser tão detalhado assim? Bom, a resposta é sim! Ou melhor, quanto mais detalhado é seu plano de marketing mais fácil será de identificar erros e corrigi-los em oportunidades futuras.

Então se algo foi definido no plano de marketing e, no momento de executar a ação notou-se que existe um erro. Então é essencial que se registre o problema e se discuta maneiras de evita-lo no futuro. Só será possível garantir que tal erro será lembrado caso o mesmo seja documentado.

2.3 Falta de indicadores e métodos de medir os resultados

Em termos de planejamento do marketing, se o objetivo e as ações estão bem definidos e ainda existe algum problema, é uma boa ideia conferir quis indicadores estão sendo utilizados para medir os resultados. Em geral, define-se indicadores e estatísticas úteis no momento em que se define seu objetivo. Afinal de contas já mencionamos que um objetivo é bom apenas e o mesmo pode ser mensurado.

Portanto fica a dica: defina a melhor maneira de medir e verificar se o objetivo está sendo alcançado. Se for através de pesquisas, garanta que as mesmas estão sendo feitas ao longo da campanha. Se são estatísticas digitais, garanta que seu software consegue captar estas informações. E não se esqueça de utilizar estas informações de fato, nunca caia no erro de captar dados estatísticos e não utilizar o mesmo para planejar campanhas futuras.

marketing imobiliário objetivo

E Lembre-se: não há um grande erro em acreditar na intuição e torcer para ter sorte. Na verdade, sorte e intuição são virtudes de grandes líderes e empresários de sucesso. O erro está em ignorar totalmente um método pré-definido e estudado por autoridades no assunto. Portanto, entenda como fazer um planejamento de marketing imobiliário e garanta que o mesmo é seguido ao longo da campanha.

3. Falha no uso de dados estatísticos e indicadores

Um bom software de marketing digital terá diversos gráficos que representam variadas informações. Em um software de email marketing, por exemplo, você pode esperar encontrar as seguintes informações:

  • Taxa de abertura (quantas pessoas abriram o email)
  • Taxa de CTR (quantas pessoas clicaram em um link no email)
  • Hard e soft bounce (emails não entregues)

Esses dados acima são essenciais, mas existem algumas estatísticas que não são tão críticas mas são ótimas adições quando é possível adicioná-las

  • Horário de abertura do email
  • Taxa de compras efetuadas por leads que receberam o email

Mais informações podem até ser adicionadas, mas estas já são suficientes para entendermos a importância dos indicadores estatísticos. Considere, por exemplo, que determinada campanha tenha uma taxa de abertura alta. Você percebe que existe algo correto seja no horário ou no assunto do email. E você pode replicar estes itens para tentar manter esta alta taxa de abertura.

marketing imobiliário estatísticas

Outra estratégia comum é a utilização de testes A/B. Funciona assim: você divide seus leads em dois grupos de maneira aleatória. Em seguida você envia a mesma campanha para ambos mas varia um único aspecto. Suponha, por exemplo, que você deseja avaliar o melhor horário, você pode enviar para um grupo o email às 6h enquanto o outro grupo recebe o mesmo email às 18h.

Não utilizar dados, estatísticas e experiências positivas ou negativas passadas como um aprendizado é o erro que queremos destacar neste tópico. Portanto, lembre-se cada campanha de marketing é uma chance de aprendizado. E você aprenderá mais ainda se utilizar dados e estatísticas.

E um detalhe: campanhas digitais são mais práticas de se captar estatísticas. Mas todo tipo de campanha deve ser monitorado e indicadores adequados devem ser definidos na fase de planejamento.

4. Não utilizar o marketing de conteúdo

Já falamos diversas vezes, mas não custa repetir. O marketing de conteúdo é uma das estratégias de marketing mais eficazes do momento. Se executado corretamente, o marketing de conteúdo permite retornos contínuos. Esta estratégia é válida para praticamente qualquer segmento, inclusive o mercado imobiliário. Portanto não apostar no marketing de conteúdo é um dos aspectos que podem estar sabotando sua estratégia de marketing imobiliário.

Dicas:

Crie materiais que agregue valor e disponibilize gratuitamente aos seus leads. Estes materiais incluem desde artigos e postagem em redes sociais até ebooks e vídeos no YouTube. Você pode pedir um email em troca de um ebook, se você trabalhar com o email marketing.

Tenha regularidade na criação de novos materiais. Se você publica artigos, defina uma agenda de postagens e siga a mesma, isso facilitará a sua organização pessoal e permitirá que seus leads separem um tempinho para ler seus artigos. Essa regularidade também é válida para vídeos, ebooks e outros formatos de distribuição de conteúdo.

5. Pouco foco no marketing social

Trabalhar nas redes sociais é essencial no mundo atual. Trabalhar com seu marketing imobiliário nas redes sociais garante que você possa divulgar produtos gratuitamente. Além de ser uma ótima maneira de trabalhar com o marketing de conteúdo e se garantir como uma autoridade na área de venda de imóveis.

Portanto, ao definir sua estratégia de marketing imobiliário, tenha certeza de incluir campanhas que visam melhorar sua influência nas redes sociais. Mas lembre-se de um detalhe, não faça redes sociais que se tornam uma verdadeira página de classificados online. Lembre-se que seu objetivo é interagir com as pessoas desta rede. E, divulgar muitos imóveis pode reduzir o engajamento dos seus seguidores.

Ou seja, é importante que você lembre-se de fazer postagens variadas. O assunto sempre será o mercado imobiliário. Mas o conteúdo das postagens pode ser bem diversificado. Você pode compartilhar notícias relevantes, conteúdos importantes, vídeos e até mesmo charges e memes relacionados ao mercado imobiliário (desde que os mesmos vão de encontro com a imagem da sua empresa). Isso sem contar nos anúncios que também deverão ser compartilhados.

A dica final é simples: lembre-se que se mais da metade da população brasileira está nas redes sociais, então sua imobiliária também deve estar. Tenha um foco especial nas redes sociais e aprenda como trabalhar nas mesmas. Com o tempo os frutos deste processo começarão a serem colhidos.

6. Foco muito grande no marketing convencional

Não podemos dizer que divulgar imóveis na TV, rádio e jornais físicos é um grande erro. É uma estratégia até válida. Mas, devido às características deste tipo de anúncio, pode-se perceber que o mesmo só vem sendo válido em grandes empreendimentos. Isso porque o custo é, em geral, muito alto. Logo, é necessário que se venda uma grande quantidade de imóveis para justificar o alto investimento.

marketing imobiliário convencional

Portanto imobiliárias pequenas e médias que destinam grande parte dos recursos destinados ao marketing para estes canais podem ter dificuldades em atingir os objetivos. A única exceção, com relação à custos são os jornais. Jornais de baixa circulação podem ter custos bem baixos de divulgação. Mas sua baixa circulação pode impedir que divulgar no mesmo seja viável.

7. Não trabalhar nos portais imobiliários

Sim, trabalhar nos portais imobiliários pode ser considerado uma estratégia de marketing. Pense bem: Cada imóvel divulgado nos portais imobiliários garantem uma exposição do seu produto para um público muito específico. Um público que está, de fato, em busca de imóveis com aquelas características.

E mais, sua marca, ou seja, o nome da sua imobiliária também vai junto com o anúncio em vários portais imobiliários. Logo, você também ganha um pouco de exposição da sua marca. É verdade que alguns portais imobiliários são pagos. Logo pode ser necessário que se faça um investimento, mas lembre-se, seu foco deve estar no retorno que o investimento te proporcionará.

Além disso, sempre existem os portais gratuitos. Uma dica é utilizar diversos portais gratuitos e alguns pagos. Se divulgar vários anúncios imobiliários em portais, nas redes sociais e até mesmo no seu site imobiliário parece ser muito trabalhoso, tenha certeza que você conta com uma ferramenta como o ville Imob.

Com ele você consegue criar seus anúncios uma única vez e divulgar em diversos portais imobiliários parceiros com poucos cliques. O mesmo vale para as redes sociais, é possível divulgar seus imóveis no Twitter, Facebook, LinkedIn e WhatsApp. Tudo isso graças às ferramentas de integração social e integração de portais imobiliários.

Além disso o ville Imob é uma plataforma completa, que conta com CRM Imobiliário, ferramentas de gestão com acesso às estatísticas do seu site imobiliário. Sendo este último também incluso na plataforma. Você pode fazer um teste grátis de todos estes recursos por quinze dias. Está esperando o que? Faça hoje mesmo seu teste grátis e veja como seu marketing imobiliário pode melhorar consideravelmente.

estrategias digitais para venda de imoveis

Posts relacionados