Para saber se as suas ações de marketing imobiliário estão dando resultados positivos ou negativos, é fundamental ter algumas coisas bem alinhadas.

Afinal, a gente só sabe que está indo pelo caminho certo através de duas maneiras: ou conhecendo o caminho (o que nem sempre é possível), ou sendo guiado por um GPS que faz o trabalho de reconhecimento por nós.

É claro que esta é uma metáfora. Mas ela pode – e deve – fazer parte do seu método de análises de ações de marketing por um simples motivo: se você não souber quais os resultados quer alcançar, qualquer um será o suficiente.

E trabalhar desta forma (no modo aleatório) é muito ruim: você desperdiça recursos, oportunidades e burocratiza o crescimento da sua imobiliária.

Desta forma, para te ajudar a entender melhor como mensurar os dados de uma campanha de marketing (por mais simples que ela seja), acompanhe o texto.

Vamos lá?

ações de marketing imobiliário

Ações de marketing imobiliário – Como medir os resultados corretamente?

Para medir os resultados de suas ações de marketing imobiliário, é preciso que você entenda alguns pontos importantes. E tudo começa lá no início, onde você ainda está definindo e planejando aquilo que você pretende alcançar.

Como forma de facilitar seu trabalho, há inúmeras métricas que podem ser usadas, como o ROI, o CAC, entre outras.

Todas as métricas são boas e úteis. Mas, ao mesmo tempo, todas elas podem se transformar em um mar de informações aleatórias dispostas sobre a mesa.

Por isso nossa primeira dica, é: não complique! Usar dezenas de ferramentas ou métricas pode ser um erro. Tente deixar tudo em panos limpos.

Mas, como fazer isso? Vamos te ajudar com um guia prático, com alguns tópicos que precisam ser considerados para medir cada ação de marketing que você for executar. Veja abaixo:

  • Tudo começa por um bom plano para guiar a direção – Correto, claro e objetivo;
  • Tudo pode ser medido e interpretado – Desde que existam dados suficientes;
  • O básico é o que traz mais resultados – Não complique sua análise com indicadores complexos;
  • O que é ROI e como ele pode ser usado para medir desempenho?;
  • CAC – Custo por aquisição de clientes – Quanto custa cada cliente que você traz para sua imobiliária?;
  • Domine o funil de vendas imobiliário – Ele trará muitos insights e informações;

Vamos explorar em mais detalhes cada um dos tópicos acima para que seu estudo se aprofunde. Acompanhe para entender tudo sobre o assunto!

Tudo começa por um bom plano para guiar a direção – Correto, claro e objetivo

Partindo de um princípio bem básico, precisamos entender que qualquer ação de marketing imobiliário deve partir de um plano.

Ou seja, se você quer anunciar um imóvel, é fundamental fazer isso de forma pensada. Caso contrário, será de forma aleatória. E, como você sabe, a aleatoriedade é inimiga das métricas.

Portanto, escreva o seu plano. Pode ser em uma folha de caderno simples. Esta simples ação, fará com que você não desvirtue do seu plano atual e, ao fim do ciclo de ações, consiga interpretar os dados gerados de forma mais verdadeira.

Defina os objetivos primários, secundários, terciários ou quantos forem. O passo a passo precisa estar detalhado e simples para que, ao anunciar, você somente execute o que precisa ser executado (pois já está tudo pensado).

Com um plano simples e objetivo, você poderá, ao fim da campanha, fazer todas as medições para entender se você chegou ou não ao objetivo proposto no plano. Simples assim.

Veja também: Estratégias de Marketing para Imobiliárias.

ações de marketing imobiliário

Tudo pode ser medido e interpretado – Desde que existam dados suficientes

Medir os resultados e ler as métricas de ações de marketing imobiliário é algo que pode ser muito estressante ou muito rápido e tranquilo.

Tudo dependerá de como você estruturará o seu plano (vide tópico anterior). E há uma grande diferença entre ler os dados gerados, interpretar eles e analisá-los.

Por exemplo, imagine que você vai anunciar um imóvel no Facebook e espera atingir 50 pessoas de um determinado público. Porém, você conseguiu atingir apenas 45 pessoas e, destas 45 pessoas, uma comprou um produto ou serviço.

O que podemos extrair destes dados? Várias informações. Veja abaixo:

  • Você atingiu apenas 90% do seu público-alvo;
  • Você precisou atingir apenas 90% do seu público-alvo para converter;
  • 10% do seu público-alvo não foi impactado pela campanha;
  • A campanha foi um sucesso pois atingiu praticamente todo o público;
  • A campanha foi um fracasso pois não atingiu todo o público proposto no plano;
  • A cada 45 prospectos impactados, você faz 1 venda;

Consegue perceber como apenas um resultado dá margem para uma série de interpretações diferentes? Isto acontece pois a análise não possui um plano.

Ou seja, não teríamos uma ideia do quão boa ou ruim foi esta campanha, sem um plano/objetivo. Ela pode ter sido excelente, ou péssima.

Quem vai definir, são as métricas. E as métricas somente serão válidas e verdadeiras partindo do pressuposto de que há um plano.

O básico é o que traz mais resultados – Não complique sua análise com indicadores complexos

Há um certo romantismo estabelecido no campo da análise e interpretação de métricas de uma ação de marketing. Muitas vezes, as pessoas acabam preferindo “superar obstáculos” quando eles são complexos. A sensação de dever cumprido é maior e gera mais adrenalina.

Porém, isto não necessariamente é o que trará os melhores resultados. Pois haverá um gasto muito maior de tempo e dinheiro para analisar uma métrica difícil de ser lida.

Portanto, simplifique. Deixe tudo claro e objetivo. Quanto mais simples forem as suas ações, mais simples será de analisar.

Você não quer ser o maior leitor ou leitora de gráficos. Você quer que a sua imobiliária caminhe pelos trilhos certos. Pense sempre a respeito disso.

É claro que não podemos confundir a simplicidade, com a simploriedade. Uma coisa é diferente da outra.

Uma análise simples, é entender que 1+1 é igual a 2. Uma análise simplória, é entender que 1+1 é obviamente igual a 2 e, por isso, esta informação não precisa ser analisada. Consegue perceber a diferença?

ações de marketing imobiliário

O que é ROI e como ele pode ser usado para medir desempenho?

Esta é uma das métricas mais interessantes e simples que você poderá implementar no decorrer de suas ações de marketing imobiliário.

O ROI é o retorno sobre o investimento. Ou seja, quanto você conseguiu ter de retorno, depois de realizar anúncios em Facebook, Google, Jornal ou Outdoor?

O ROI vai entregar, de forma crua, um número. Este número é o que poderá guiar o restante de suas ações: continuar ou parar. Afinal, quando anunciamos, buscamos um objetivo, não é mesmo? E este objetivo, não necessariamente precisa ser uma venda.

Ou seja, o ROI pode ser com base em cadastros gerados, inscritos em alguma lista, presenças em um evento ou, claro, efetivamente uma venda.

Tudo dependerá do seu plano de marketing. Portanto, qual é o seu objetivo? É com base nisso que você terá o ROI da campanha.

Custo por aquisição de clientes – Quanto custa cada cliente que você traz para sua imobiliária?

Outra métrica muito legal que você pode considerar para analisar as suas ações de marketing imobiliário, é a CAC. Ou seja, o custo por aquisição de clientes.

Este dado é o que vai informar a quantidade de dinheiro ou recursos que você investe, para conseguir ter um cliente efetivo na sua imobiliária.

Este dado poderá fazer com que você lide muito melhor com o investimento em anúncios e demais setores da sua imobiliária. Ele pode ser uma espécie de GPS, que poderá te ajudar encontrar os melhores caminhos para chegar ao destino.

Por exemplo, se um produto ou serviço custa X, mas custa 2X para trazer um cliente até a imobiliária, você precisa rever sua campanha. Esta é uma métrica simples, objetiva e que, no fim das contas, dá resultado.

ações de marketing imobiliário

Domine o funil de vendas imobiliário – Ele trará muitos insights e informações

Você já ouviu falar de funil de vendas imobiliário? Esta é uma das melhores formas de construir um fluxo de vendas de produtos ou serviços. Afinal, é através de um bom funil que você entenderá em que fase cada prospecto está.

Aqueles que estão no topo do funil, acabaram de chegar e acabaram de conhecer a sua imobiliária. Já aqueles que estão no fundo do funil, estão quase comprando um produto e, efetivamente, convertendo.

Esta é uma ferramenta de marketing que ajudará você a vender mais e direcionar ações para os prospectos certos. E ainda, ela serve como uma ótima métrica.

Afinal, você conseguirá saber em tempo real onde cada prospecto se encontra no seu funil. O que lhe dá uma porção incrível de informações sobre o que fazer e o que não fazer.

Dicas para que as ações de marketing imobiliário tragam bons resultados

Qual é a melhor ferramenta de marketing? Qual é a campanha que converte mais? Qual é a melhor estratégia de Facebook Ads para imobiliária?

Todas estas perguntas são difíceis de serem respondidas. Afinal, teríamos que usar uma porção de “dependes” para respondê-las.

Porém, o que você pode fazer para conseguir ter bons resultados com as suas estratégias e vender mais? Existe um processo que faz com que você consiga “chegar lá”.

E vamos te ajudar entender este processo para que você possa colocar ele em prática. Veja algumas dicas para executar boas ações de marketing imobiliário:

  • Não faça nada de maneira aleatória – Mapeie todas as ações para poder mensurar depois;
  • Faça um plano de longo prazo, mas sem esquecer o hoje;
  • Utilize ferramentas dedicadas para sua imobiliária – Conte com a Ville Imob;

Entenderemos cada ponto de forma individual para que seu estudo se aprofunde mais. Continue lendo.

ações de marketing imobiliário

Não faça nada de maneira aleatória – Mapeie todas as ações para poder mensurar depois

A aleatoriedade é inimiga de qualquer gestão, organização, plano ou processo.

Fazer as coisas de forma aleatória é algo que pode significar a falência de uma empresa ou mesmo a desmontagem de uma equipe imobiliária vencedora.

Portanto, sempre que você iniciar qualquer ação, pense o seguinte: “será que estou fazendo de forma aleatória, ou pensada”?

Nós já mencionamos isto durante o texto. Afinal, mapear todas as ações é a única maneira de entender de onde os números estão vindo.

Você precisa criar uma espécie de “cerco”, com tudo o que se faz dentro da sua imobiliária. Assim, as chances de você tirar conclusões reais e não precipitadas, são muito maiores.

Por exemplo, se você investir em anúncios de Facebook, Google, Outdoor e Jornal ao mesmo tempo e, com o tempo, começar a vender mais, é preciso entender o que está acontecendo para otimizar estas vendas e os lucros.

Você precisa saber de onde as vendas estão vindo, por qual veículo as pessoas estão tomando suas decisões ou entender se é o conjunto de anúncios que está construindo o valor necessário para converter clientes.

Isso tudo parece complicado.

Mas, se você focar desde o início da maneira certa, entendendo o seu público-alvo e determinando os objetivos certos, tudo ficará claro e simples de entender.

Faça um plano de longo prazo, mas sem esquecer o hoje

Tenha um plano. Independente de o plano ser bom ou ruim, tenha um plano.

Com um plano, você saberá mapear e analisar todas as ações de marketing imobiliário. Se o plano for ruim, você já sabe que este não é o melhor caminho. E se ele for bom, você consegue pensar em otimizações.

E para ter um plano bem estruturado, recomendamos que você pense no longo prazo, mas sem esquecer do médio e curto.

Por exemplo, estruture um plano de marketing para 3 ou 4 anos. E, dentro deste período, estipule mini-planos de médio e curto prazo.

É como se fosse uma escadinha. Você vence um plano por vez e consegue ter o domínio completo do que está acontecendo e de onde quer chegar.

Evite tomar atitudes para ter resultados para ontem. E evite montar um plano engessado de muitos anos, sem olhar para o hoje.

Utilize ferramentas dedicadas para sua imobiliária – Conte com a Ville Imob

E por fim, conte com a Ville Imob para encontrar ferramentas que vão ajudar você a otimizar processos internos e, consequentemente, fazer a sua imobiliária vender mais.

Afinal, de nada adianta ter o conhecimento, mas não ter as ferramentas corretas para que os resultados possam acontecer, não é mesmo?

Boas vendas!

estrategias digitais para venda de imoveis