Ao fazer parceria com construtoras e incorporadoras, o corretor passa a ter na venda de imóvel na planta mais uma possibilidade de negócio. Ela funciona como um ótimo termômetro para quem trabalha no mercado imobiliário saber se o empreendimento está sendo bem aceito entre os consumidores.

Essa modalidade é conhecida por oferecer melhores valores e condições de pagamento. Aqui, o cliente paga para que a construtora realize as obras. Normalmente, o corretor realiza a venda de imóvel na planta para quem não tem muita pressa para mudar de endereço.

Devido às inúmeras particularidades nessa negociação, como o prazo de entrega, alguns cuidados devem ser garantidos pelo corretor. O profissional tem a missão de fazer com que a compra do cliente não termine em frustração.

5 cuidados na venda de imóvel na planta

Se você quer saber quais são os cuidados que o corretor deve ter na venda de imóvel na planta, continue acompanhando esse texto:

1. Atraso na entrega

Essa, definitivamente, é uma das preocupações mais recorrentes de quem vende imóveis na planta. Afinal, é preciso evitar que o cliente tenha dores de cabeça na negociação.

Portanto, é bom avisar com antecedência que o prazo para a entrega do imóvel varia entre 18 e 36 meses. Deve ser considerado, nesse prazo, o tipo de imóvel e a estrutura de apoio.

venda de imóvel na planta atraso na entrega

Por precaução, é sempre bom especificar no contrato qual a data para que as obras sejam concluídas e a entrega das chaves ocorra. A ausência dessa informação dá margem para que o comprador peça devolução do dinheiro investido, além de multa com correção monetária pelo não cumprimento do contrato.

2. Referências da construtora e da incorporadora

Se der algum problema na negociação, o cliente não vai reclamar apenas da construtora e da incorporadora, mas também do seu trabalho. Por mais que você não tenha culpa no cartório.

Portanto, antes de entrar em uma fria, é fundamental que o corretor conheça faça uma checagem das referências da construtora. Nesse processo, verifique os antecedentes da empresa para saber se há pendências jurídicas ou em órgãos de proteção ao consumidor.

Quando você realiza a venda de imóvel na planta de construtoras e incorporadoras idôneas, as chances de a negociação caminhar sem problemas são maiores.

3. Avaliação da documentação

Compete ao corretor de imóveis levantar e analisar todos os documentos necessários para a compra de imóveis. O memorial descritivo, por exemplo, precisa trazer pontos como a escritura do terreno, tamanho, material usado na construção, qualidades dos sistemas internos do edifício e etc.

venda de imóvel na planta documentos

No contrato, cuidado com cláusulas abusivas. Fique atento, também, aos prazos de entrega, além das condições em caso desistência. Aliás, ler o contrato é um direito do qual o cliente não pode abrir mão.

Somente assim é possível acabar com qualquer tipo de dúvida que impeça uma negociação tranquila. Como trata-se de uma negociação que se estende por mais de um ano, é muito importante ser o mais transparente possível na venda de imóvel na planta. Você ganha muitos pontos com seus clientes!

4. Maquete e o entorno da obra

Por mais que a incorporadora crie uma maquete para ilustrar o imóvel pronto e divulgar as vantagens da região, isso não substitui a experiência de uma visita imobiliária.

Nesse sentido, vale a pena sugerir os seus clientes a conhecerem a região onde o empreendimento está sendo construído. Afinal de contas, é lá que eles devem morar por um longo período. Então, que tal convidá-lo para tomar um café na padaria do bairro?

Se tiver condições, invista na experiência da realidade virtual para vender imóveis na planta. Com essa tecnologia, o cliente pode ter uma noção de como será o imóvel depois de pronto. Aí, ele já vai pensando em como vai decorá-lo. Quanto mais informações você passar, mais o cliente se sente seguro para fechar negócio.

5. Custos extras

É importante lembrar o cliente que a compra de um apartamento na planta não se limita ao valor do bem. Ele precisa arcar com taxas de escritura pública, registro de imóveis e impostos.

venda de imóvel na planta custos extras

Em caso de imóveis financiados, o cliente precisa estar ciente dos custos gerados pela correção do INCC (Índice Nacional de Custo da Construção). Ao informar todos esses detalhes, você deixa tudo às claras, evitando que o comprador não sinta que está sendo cobrado de forma abusiva.

Muitos cuidados na venda de imóvel na planta, não? É muito importante passar todas essas informações aos poucos, no momento certo. Por isso, mantenha o seu CRM Imobiliário sempre atualizado para saber em qual estágio da compra cada cliente se encontra.

Desejamos ótimas vendas de imóveis na planta!

Posts relacionados