Você certamente já ouviu algo do tipo você precisa de utilizar a realidade aumentada para vender imóveis. Mas, mesmo sabendo que esta tecnologia existe e que a mesma pode te ajudar, você sabe como trabalhar com a mesma? No artigo de hoje vamos explorar o que é a realidade aumentada e qual a utilidade da mesma no mercado imobiliário.

Realidade Aumentada vs Realidade Virtual

Para evitar confusão, precisamos entender melhor o que é cada um destes termos. Já falamos muito neste blog sobre a realidade virtual, óculos de VR e outros detalhes sobre esta tecnologia. Mas a realidade aumentada é um tema pouco explorado.

De uma maneira bem simples, a realidade aumentada consiste em colocar objetos virtuais interagindo, de alguma forma, com objetos reais. Enquanto isso, a realidade virtual consiste em inserir o indivíduo completamente em um mundo virtual. Não existe preocupação em fazer com que os objetos virtuais se orientem de acordo com os objetos físicos ao nosso redor.

A realidade aumentada, por exemplo, é um elemento básico de um jogo extremamente popular, o Pokémon Go!. Nele os Pokémons aparecem e interagem com o que está ao redor. Por exemplo, se eles caminham, é sobre o solo. Assim, quando visto da tela do celular, a impressão que temos é que o pokemon está caminhando no mundo real.

Benefícios Práticos da Realidade Aumentada

Visualização de imóveis em 3D

Uma das maiores vantagens da realidade aumentada é a possibilidade de visualizar informações e objetos em 3D ao invés de 2D. No planejamento urbano e na arquitetura, por exemplo, plantas, desenhos e renderizações são apresentados de maneira plana.

Isso é uma maneira interessante de apresentar como determinados projetos serão uma vez concluídos. Mas essa dupla dimensão é algo muito engessado. Você não consegue mudar o ângulo de visão. Existe uma vista e se quiser ver de um novo ponto de vista terá que imprimir outra foto ou fazer uma nova renderização.

Na prática, isso significa que clientes em geral só tem à sua disposição um número fixo de ângulos de visão. Sendo estes escolhidos pelo projetista, e eles nem sempre mostram o que o cliente realmente quer ver. Para deixar bem claro: os ângulos utilizados, por melhor que sejam, não são a mesma coisa que deixar que o cliente movimente o imóvel livremente.

A apresentação em 3D convencional resolve este problema. Mas em geral isso exige que o cliente vá até o escritório do arquiteto para fazer as ponderações. Nem sempre isso é algo possível. E no caso de apartamentos e prédios na planta isso é ainda mais difícil.

Neste contexto a realidade aumentada surge como uma ferramenta que pode ser utilizada por qualquer um. Isso pode ser através de um smartphone ou um tablet. E esta tecnologia permite que o cliente veja em três dimensões. Veja, no vídeo abaixo, por exemplo, uma planta que, ao ser escaneada por um smartphone, se torna um imóvel em 3D.

Interiores em 3D

Uma das demonstrações mais incríveis já vistas com a realidade aumentada é demonstrado no vídeo de uma empresa australiana. O nome da mesma é Realar Places e eles permitem que o cliente posicione um imóvel em 3D em diversos locais.

O cliente pode, por exemplo, colocar o imóvel virtualmente sobre uma mesa. Assim ele poderá rotacionar o mesmo e visualizar como o mesmo é de diversos ângulos externos distintos.

Mas a mágica acontece quando o cliente “leva” o tablet para o lote no qual o imóvel será construído. Uma vez posicionado sobre o solo, o cliente pode “dar uma espécie de zoom”. Assim o imóvel fica com o tamanho real, possibilitando que o cliente entre no imóvel de forma virtual.

Isso permite, por exemplo, que o cliente, ao olhar para janelas, veja o exterior real. Com árvores de verdade, luz solar natural, grama com a tonalidade verdadeira e toda a riqueza de detalhes que a natureza nos oferece. Esta mistura de objetos virtuais e reais é justamente um dos aspectos mais interessantes da realidade aumentada.

Fica fácil ver como utilizar a realidade aumentada para vender imóveis quando este tipo de recurso é utilizado. Suponha que o objetivo seja, por exemplo, vender um lote. O corretor pode persuadir o cliente mostrando como seria um imóvel no local. No dia da visita o corretor pode levar seu tablet e deixar que o cliente visualize o imóvel no terreno, da maneira que vemos no vídeo abaixo.

Decoração com a realidade aumentada

Se você estava achando que apenas corretores que trabalham com imóveis na planta ou lotes teriam vantagens com a realidade aumentada, então esta dica te deixará bem feliz. Uma das maneiras que temos para utilizar a realidade aumentada para vender imóveis é através da decoração virtual.

Se você já vendeu imóveis sem nenhuma mobília você sabe que esta é uma tarefa extremamente complexa. O corretor precisa se desdobrar para que o cliente visualize como os espaços serão uma vez que os mesmos estejam mobiliados. Garantir uma venda de um imóvel vazio pode ser tão difícil que existem serviços especializados em decoração para venda. É o caso do Home Staging.

Mas estes serviços exigem um certo investimento, e nem sempre o corretor ou a imobiliária terão os recursos necessários. Uma das soluções para este problema é a utilização da realidade aumentada. Ela permite mostrar móveis e outros objetos decorativos dentro do imóvel.

Neste caso nem sempre o corretor precisará investir muito para ter o recurso. A Ikea, construtora de móveis sueca, tem um aplicativo para este fim. E o mesmo permite que os clientes visualizem móveis, e caminhe ao redor dos mesmos, tire fotos e então veja como ambientes serão uma vez mobiliados.

No geral, a realidade aumentada é um recurso incrível que permite que você melhore de maneira significante a experiência de compra de imóveis dos seus clientes. De uma maneira bem simples, a utilização desta tecnologia agrega valor ao seu trabalho. Outra maneira de agregar valor à seu negócio é tendo um site imobiliário e um software que auxilia o processo de divulgação dos seus imóveis.

Isso você consegue com o ville Imob. Que oferece diversas ferramentas e soluções modernas e tecnológicas para corretores. Faça um teste grátis hoje mesmo. Boa sorte e bons negócios.

estrategias digitais para venda de imoveis