É verdade que com o modo de vida atual, a maioria esmagadora da população possui um smartphone. Alguns possuem tal dispositivo apenas para diversão, outros desfrutam do status que o smartphone os dá. Mas existe também o grupo que precisa dos minicomputadores para o seu trabalho, e esse é o caso do corretor. Caso você não esteja convencido, veremos hoje a importância do smartphone para o corretor de imóveis.

 

Atendimento aos clientes

 

Hoje em dia o mundo é digital, as pessoas até fazem ligações, mas, várias optam pelo uso de emails, outras preferem redes sociais como WhatsApp e Facebook Messenger. Ou seja, é importante que o corretor consiga atender aos seus clientes e, é necessário também que o corretor utilize o maior número de meios de comunicação possível.

E qual é a melhor (ou talvez a única) maneira de conseguir ter acesso a todos esses tipos de serviços através de um único dispositivo? Um smartphone. Ligações exigem apenas um celular, ele não precisa ser “smart”.

 

smartphone para o corretor comunicacao

 

No entanto, todos os outros exigem um celular moderno, e, embora o WhatsApp e o Messenger rodem em dispositivos mais antigos, quanto mais moderno o smartphone, melhor a experiência. Os celulares também possuem um aplicativo de email que, na maioria dos casos, permite que anexos sejam vistos, fotos e documentos podem também ser enviados, enfim, as possibilidades são diversas.

O site imobiliário criado através da plataforma ville Imob também possui um sistema de chat que possui alertas sonoros e visuais. Um smartphone moderno consegue acessar ter acesso à essas funções permitindo que o corretor atenda clientes até mesmo quando estiver fora do escritório.

 

Mapas e GPS

 

Se estamos em atendimento fora do escritório, é preciso citar a utilidade dos Mapas e GPS’s nos celulares modernos. É praticamente impossível que o corretor consiga chegar em todos os bairros, ruas e avenidas de uma cidade, uma vez que mesmo taxistas experientes recorrem ao GPS com frequência.

Se memorizar um mapa da cidade é um exercício complexo (e relativamente inútil, nos dias atuais), um smartphone se torna um aliado fundamental do corretor. Sim, é verdade que aparelhos de feitos exclusivamente para GPS podem ser comprados. Mas, será que é realmente a melhor opção, considerando que qualquer smartphone atual já vem com a opção embutida? Provavelmente não.

 

smartphone para o corretor mapa

 

Quanto aos aplicativos disponíveis no smartphone vale a pena destacar três:

  • Google Maps: além dos mapas possui várias funções interessantes como histórico de localização (permite que você saiba onde esteve em qualquer dia) e o streetview (permite que você veja as ruas da perspectiva de um pedestre ou de um veículo).
  • Waze: É um aplicativo que tem um sistema de GPS mais bem desenvolvido. Conta com alertas de blitz, radares, entre outros, permitindo que você planeje melhor sua viagem.
  • Uber: Embora seja muito mais prático para o corretor ter um carro, pode ser que ele precise levar o veículo para revisões ou para manutenções. Ter um aplicativo como o Uber no smartphone pode facilitar e muito o deslocamento do corretor em caso de eventualidades.
 

Câmera

 

Caso seu smartphone esteja mais velho, ele ainda poderá rodar todos os aplicativos citados anteriormente, apenas será mais lento. Um upgrade pode garantir uma experiência mais agradável, uma melhor vida útil da bateria e o fim de lentidões e travamentos. Mas além disso, a compra de um smartphone moderno garante mais um elemento: uma boa câmera.

 

smartphone para o corretor camera

 

As fabricantes escolhem seus melhores dispositivos para receberem as melhores câmeras. E, embora os smartphones intermediários e de baixo custo tenham, até hoje, sido deixado de lado. Os novos padrões estabelecidos pelos dispositivos como: dupla câmera, dual-tone flash, estabilização óptica, entre outros estão pouco a pouco sendo transferidos para os modelos intermediários.

O que isso significa? Bom, hoje em dia, comprar o “flagship” ou o smartphone mais caro da fabricante ainda significa comprar a melhor câmera disponível. No entanto quem opta por um intermediário com especial atenção à câmera, também terá uma experiência satisfatória.

 

E qual o impacto disso na vida do corretor?

 

Simples: se o corretor optar pela utilização de um smartphone na hora de tirar fotos de imóveis ele se beneficiará muito de uma boa câmera. Pense dessa maneira, se as fotos conseguem capturar o ambiente de maneira excepcional, então o cliente ficará mais satisfeito com as fotos que ele visualizou no anúncio por exemplo.

 

 

Acesso às redes sociais

 

Já falamos do WhatsApp e do Messenger anteriormente. Mas, no ano de 2018, um corretor que não possui outras redes sociais ativas como: Facebook, Instagram e até mesmo YouTube está um pouco desatualizado.

Smartphones não são essenciais para a utilização dessas redes sociais, até mesmo o Instagram já permite o acesso através de seu website. No entanto, o corretor não passa o dia inteiro no seu escritório, onde ele possui um computador à sua disposição. Seja para apresentar casas aos seus clientes, fazer a captação de imóveis ou ir a outros compromissos, o corretor é um profissional que passa, pelo menos, 50% do seu tempo longe do seu escritório.

Isso significa que conseguir acessar suas redes sociais enquanto estiver fora do seu escritório é essencial. E o dispositivo que permite tal façanha de maneira mais simples e natural é, novamente, o smartphone.

 

smartphone para o redes sociais

 

A plataforma ville Imob possui uma ferramenta de Integração Social que permite que o corretor agende suas postagens em diversas redes socais. Isso é útil caso ele não esteja disponível para realizá-las em determinado dia ou horário. Como a ferramenta é integrada com o CRM Imobiliário da própria plataforma, fica fácil de postar fotos e demais características de um imóvel.

Mas ainda assim, existem atividades de interação que exigem um toque humano. É o caso de resposta aos comentários de seus seguidores, curtidas, compartilhamentos, entre outros.

 

Smartphone para o corretor: qual o melhor?

 

Isso depende, atualmente, o mercado de smartphones é muito completo, existem opções mais caras, intermediárias e até mesmo as mais baratas. Na hora de comprar seu novo smartphone o corretor deve definir o que ele valoriza mais: autonomia da bateria? Câmera? Velocidade de funcionamento e durabilidade?

Além disso, é necessário definir quanto você está disposto a gastar. O último passo é fazer uma pesquisa. Use e abuse dos reviews, sempre que possível veja comparativos de mais de uma fonte (para garantir imparcialidade). Se tiver algum filho, sobrinho, ou amigo que saiba muito de tecnologia não se envergonhe em perguntar a opinião deles.

Por fim, tente fazer o teste do smartphone. Algumas lojas físicas já permitem que o cliente pegue o smartphone e acesse todas as funções antes da compra. Depois que decidiu o modelo pesquise a loja em que ele se encontra mais barato ou compre em uma de sua confiança.

É isso, com um bom smartphone o corretor consegue um fácil acesso em diversas ferramentas que tornam seu serviço e sua vida mais fácil.

 

estrategias digitais para venda de imoveis

 

Posts relacionados