O processo de uma compra de imóveis não se resume a pesquisar casas e desembolsar um bom dinheiro. Por trás de tudo isso, existem muitas questões burocráticas e jurídicas que exigem cuidado e, principalmente, conhecimento na hora da compra. Aqui, entram em cena o papel e as obrigações de um despachante imobiliário.

Como quase ninguém tem tempo e conhecimento (ou paciência) para entender todos detalhes nos documentos envolvidos em uma transação imobiliária, é fundamental contar com o auxílio de um despachante imobiliário, que passou a ser uma atividade profissional há cerca de dez anos. Afinal de contas, qualquer errinho nos documentos pode colocar em risco a compra do imóvel. Em outras palavras, você paga pela casa, mas ela não fica no seu nome.

Por isso, não dispense o serviço de um despachante imobiliário. Com ele, você economiza tempo e evita eventuais dores de cabeça no futuro. Entenda melhor o papel e as obrigações de um despachante imobiliário:

De olho nos documentos

Enquanto o corretor de imóveis se preocupa com o relacionamento com o cliente e procura passar todos os detalhes do imóvel para ele, o despachante cuida da parte burocrática e agiliza o processo. Isso inclui levar e registrar toda papelada no cartório.

Enfim, o despachante mexe com as questões legais que envolvem o processo de negociação imobiliária, desde o contrato de compra e venda ou locação de imóveis até a escrituração. No fim, agilizando o processo e não deixando lacunas na documentação, o trabalho do despachante beneficia tanto o comprador quanto o vendedor do imóvel.

Auxílio na hora de financiar

Outro grande problema para quem quer comprar um imóvel é escolher a linha de crédito certa. Questão que pode ser resolvida por um despachante imobiliário. Esse profissional ajuda na escolha do melhor financiamento para a necessidade do cliente, fazendo simulações de crédito para a casa própria e entregando as certidões exigidas pela instituição financeira.

Prestação de serviço tem um preço

Mesmo existindo vários sindicatos de despachantes, a maioria deles trabalha como autônomo. Portanto, antes de sair contratando qualquer profissional, procure indicações e boas referências.

De modo geral, os serviços são tabelados. O valor de uma escritura, por exemplo, gira em torno do salário mínimo. Por sua vez, a assessoria para um financiamento sai um pouco mais caro. Nesse sentido, desconfie do despachante imobiliário que cobrar valores bem inferiores.

imob-v30-728x90-post

Cursos

Já existem cursos profissionalizantes para despachante documentalista imobiliário que podem durar até dois anos. Em muitos estados, são os próprios sindicatos que oferecem tais cursos. Neles, você aprende todo conteúdo teórico e prático para agilizar os processos burocráticos. Inclusive, há cursos a distância para quem não tem tempo de se locomover do trabalho ao curso.

Portanto, não desperdice essa oportunidade de se qualificar e boa sorte!

Posts relacionados