27 3262-0877 - WhatsApp: 27 99748-7465 [email protected]

A oratória para corretores imobiliários é uma das maneiras mais incríveis que você, corretor ou corretora, pode aplicar no seu dia a dia de trabalho. Afinal, este é um caminho que muitos profissionais encontram para algo que é fundamental no dia a dia deles: vender um produto, um serviço ou uma ideia.

Mas, claro que a oratória por si só pode não ser o suficiente, caso você não tenha uma boa estratégia de marketing, um bom produto ou serviço ou uma lista de prospectos verdadeiramente interessados no que você tem a oferecer.

Neste caso, a vocalização seria meramente ilustrativa e, mesmo que você investisse muito no seu jeito de falar, as vendas não aconteceriam, pois os fundamentos não estariam corretos.

Depois que você tiver estes fatores todos em dia, é hora de praticar a sua voz. Ou seja, a sua oratória. Falar de maneira clara, objetiva, embasada e com conhecimento na ponta da língua, são alguns dos fatores mais importantes nesta jornada. E nós vamos te ajudar a entender melhor tudo isso a partir de agora.

Vamos lá?

Oratória para Corretores Imobiliários

Oratória para corretores imobiliários – Como suas vendas podem melhorar muito a partir de uma boa oratória? Veja algumas dicas valiosas

Executar uma boa oratória para corretores imobiliários não é apenas uma forma de enfeitar ou deixar um produto ou serviço mais “bonito”.

Há quem acredite que oratória sejam, apenas, palavras bonitas sendo ditas de uma maneira formal, por uma pessoa bem arrumada em cima de um palco com uma iluminação especial. Mas a verdade é que oratória é um tema muito mais profundo do que isso.

Uma boa oratória pode acontecer, por exemplo, por telefone. Neste caso, não haveria como ver o orador e mesmo assim haveriam excelentes oportunidades de negócio ali.

Ou seja, a oratória para corretores imobiliários que mais vai funcionar, é aquela que acerta na veia alguns critérios, como: público, tom, as palavras ou o produto/serviço.

E para te ajudar com isso, separamos uma lista com alguns dos principais alvos que você precisa definir para melhorar a sua pronuncia de palavras para aumentar suas vendas imobiliárias. Veja abaixo:

  • Preste atenção na sua respiração, de modo que você não a altere durante as falas;
  • Entender o assunto de maneira ampla e geral é muito melhor do que decorar dados e informações sobre um imóvel;
  • Tenha plena noção de como sua persona se comunica – E comunique-se desta forma para gerar empatia e conexão;
  • Seja sincero em todos os materiais que você produzir ou eventos que for falar em público – Honestidade na fala gera empatia;
  • Fale uma palavra de cada vez durante sua vocalização – Isto ajuda a criar dicção e as pessoas captam as palavras;
  • O tom de voz importa na hora de vender – Use um de acordo com o local e público;
  • Seja sucinto e conclua as frases de maneira objetiva para que não haja desconexão do lead durante sua oratória;

Para te ajudar a fixar melhor o conteúdo acima, vamos explorar tópico por tópico a partir de agora, de uma maneira que você se aprofunde no tema e possa se transformar em um excelente orador ou oradora imobiliária. Vamos lá?

Oratória para Corretores Imobiliários

Preste atenção na sua respiração, de modo que você não a altere durante as falas

A nossa respiração está presente em tudo na nossa vida. Sem respirar, não conseguimos realizar absolutamente nada na vida – afinal, não existiríamos.

Porém, se você parar para pensar, muitas vezes nós sequer lembrados da respiração ou pensamos sobre ela, pois é uma ação natural do corpo. Tudo acontece de maneira mecânica, no tempo certo e na quantidade certa de vezes.

Mas há alguns fatores que podem fazer a nossa respiração desequilibrar e sair do compasso. Por exemplo, uma prática de esportes por alguém que é sedentário é um bom exemplo de como a respiração pode, então, ser comprometida rapidamente.

E não porque o corpo não sabe agir de outra maneira. Mas sim, porque ele ainda não aprendeu como.

Em momentos de muita emoção, a nossa respiração pode ditar o ritmo da nossa fala. E é justamente este ponto que você precisa perceber durante uma oratória.

Se você não é muito adepto a falas em público ou vendas diretas, o controle da respiração pode ajudar muito a realizar as frases de maneira mais clara e objetiva.

Portanto, preste atenção na sua respiração e tente controlar ela para que não saia do compasso. Um dos erros mais comuns na oratória para corretores imobiliários é o anseio de falar as coisas sem parar – principalmente para os menos experientes.

Tenha calma. Respire de maneira equilibrada e vá falando as coisas aos poucos.

Dica: Use pontuação em suas falas, de modo que as vírgulas e pontos finais estejam presentes. Isto ajudará na sua respiração.

Oratória para Corretores Imobiliários

Entender o assunto de maneira ampla e geral é muito melhor do que decorar dados e informações sobre um imóvel

O conhecimento a respeito de um assunto é o que nos faz conseguir atingir um nível muito grande de vocalização e oratória. Afinal, tudo se torna mais simples e a nossa mente consegue encontrar as palavras certas, no momento certo.

Este é um dos motivos pelos quais um estudo baseado em decorar informações, não é tão eficiente quanto um estudo baseado em entendimento geral do conteúdo.

E é justamente isso que você, corretor e corretora, precisam fazer para conseguir ter uma boa oratória na hora de vender imóveis: entender, de maneira ampla e geral, o assunto ao redor de um imóvel.

Por mais que alguns dados precisam estar na cabeça (como metros quadrados, quantidade de portas, banheiros, etc), isto nunca será mais importante do que um conhecimento geral sobre aquele imóvel, para demonstrar segurança na hora de vender.

Dados soltos, números e entrelinhas, sempre podem ser consultadas e confirmadas. Mas um entendimento amplo sobre o bairro, a cidade, os vizinhos e a região de um imóvel, sempre precisa estar na ponta da língua.

Muitas vezes a venda acontecerá por estes motivos.

Tenha plena noção de como sua persona se comunica – E comunique-se desta forma para gerar empatia e conexão

Uma das frases mais populares e verdadeiras do mundo da comunicação e marketing, é a seguinte: “comunicação não é o que você fala. Mas sim, o que o outro escuta”. Esta frase é de David Ogilvy, um dos maiores publicitários da história.

E podemos aplicar ela, inclusive, para uma boa oratória para corretores imobiliários. Afinal, é muito mais importante que você se comunique de uma maneira que seu público entenda, do que de uma maneira meramente ilustrativa.

A comunicação meramente ilustrativa é aquela em que suas frases, palavras e conversas viram paisagem na mente do prospecto. Entra por um ouvido e sai pelo outro.

E acredite: isto é muito comum. Afinal, quando você não consegue atingir o nível de comunicação que seu prospecto está esperando, ele não vai dar ouvidos.

Mas veja bem: atingir um bom nível de comunicação, aqui, não é falar as melhores palavras ou usar a nova palavra que você descobriu no dicionário. Mas sim, usar as palavras certas.

Você vai falar de um jeito com um jovem de 18 ou 19 anos que está procurando sua primeira casa para alugar, e vai falar de um jeito totalmente diferente com uma família que tenha filhos, netos ou que esteja procurando um local para curtir a aposentadoria.

São momentos e vidas diferentes. E a comunicação precisa acompanhar isso.

Portanto, fale o que estes públicos querem ouvir. Não o que você acha que é bonito de falar. Veja aqui como estudar a persona e público-alvo para conseguir extrair o máximo deles.

Oratória para Corretores Imobiliários

Seja sincero em todos os materiais que você produzir ou eventos que for falar em público – Honestidade na fala gera empatia

Algumas pessoas usam a honestidade como virtude, onde falar a verdade se torna algo acima de média ou um diferencial positivo. Isto, claro, é importante. Mas você precisa ser honesto de maneira genuína. Não de uma maneira que precise ficar falando ou vocalizando o tempo inteiro que você trabalha com honestidade.

Afinal, isto é o mínimo que se espera de um profissional competente e, literalmente, profissional.

Desta forma, jamais abra mão de ser honesto em suas falas.

A sua oratória passará por um processo de validação e aceitação do público. E acredite: o público sempre sabe quando você está falando a verdade ou quando está tentando dar aquela “tapeada” para aumentar um pouco um atributo de produto. Não faça isso!

A sinceridade e a honestidade na fala geram empatia. E, como você sabe, a empatia é o que trará o prospecto para o lado da sua imobiliária.

Quando há empatia, você consegue extrair benefícios muito grandes desta relação no médio e longo prazo, pois você conseguirá usar uma comunicação muito mais direta e eficiente.

Mas como você pode criar uma oratória sincera e honesta?

Principalmente, cumprindo as etapas que mencionamos acima. Muitas vezes você até está sendo sincero, mas quando não domina o assunto, a oratória se torna “quebrada”, gerando desconexão e desconfiança.

Pode até não haver trapaça na sua fala, mas o fato de não vocalizar as palavras certas, com respiração e domínio do assunto, pode gerar uma falsa sensação de desconfiança no prospecto. E isto, claro, é será muito ruim para os negócios.

Fale uma palavra de cada vez durante sua vocalização – Isto ajuda a criar dicção e as pessoas captam as palavras

Aquelas dicas óbvias, muitas vezes, são as que mais fazem sentido. Afinal, assim como a respiração, muitas vezes não prestamos atenção na nossa fala.

Ou seja, falamos de maneira automática, onde o piloto automático é ligado e as palavras apenas são disparadas da nossa boca.

Mas isto pode ser um erro muito grande para uma boa oratória para corretores imobiliários. Portanto, use aqui a mesma técnica mencionada no tópico sobre respiração: pense nas palavras e mantenha elas organizadas durante sua fala.

Por mais que aquilo que você quer falar já esteja formalizado na sua mente há muito tempo, as palavras precisam sair em uma ordem que faça sentido para o prospecto que está lhe ouvindo.

Portanto, use uma palavra de cada vez, uma depois da outra, de forma clara e objetiva. Fale as palavras em sua essência, respeitando todas as sílabas e sons das letras.

Claro que isto não precisa acontecer de uma maneira mecânica e robótica. Afinal, isto também gera desconexão. Portanto, muita prática será necessária. Treinar na frente do espelho pode ajudar bastante.

Dica: procure um profissional de fonoaudiologia para conseguir reproduzir as palavras de maneira correta. Alguns simples movimentos da língua ou dos lábios podem fazer toda diferença na hora de vocalizar de maneira mais entendível.

E uma ajudinha profissional para isso sempre é importante.

Oratória para Corretores Imobiliários

O tom de voz importa na hora de vender – Use um de acordo com o local e público

O tom de voz é uma das coisas mais importantes durante um processo de vendas. Há alguns tipos de tom de voz que precisam ser usados em determinadas situações. Porém, todos eles estarão ligados aquilo que seu prospecto ou persona querem, de fato, ouvir.

Muitas vezes o tom de voz alterado, faz com que as pessoas desistam de ouvir algum discurso. E, outras vezes, este mesmo tom de voz alterado, faz com que as pessoas queiram ouvir e prestam muita atenção.

Tudo vai depender do contexto, do assunto, da proposta, do produto e, claro, do público-alvo que previamente você já tenha estudado.

Seja sucinto e conclua as frases de maneira objetiva para que não haja desconexão do lead durante sua oratória

E a nossa dica final de oratória para corretores imobiliários, é: conclua as frases. Não comece um raciocínio ou uma explicação sem que haja uma conclusão.

A conclusão serve para colocar um ponto final naquela linha de raciocínio e ir para outra. Isto ajuda a criar organização de entendimento na mente do prospecto, fazendo com que haja um maior (e melhor) entendimento sobre aquele assunto.

Portanto, utilize uma pontuação gramatical em suas falas, de modo que você vocalize sempre com o uso das intonações certas, com pausas adequadas e boa conclusões.

Conte com a Ville Imob para ajudar sua imobiliária a vender mais e bons negócios!