Certamente você já ouviu falar dos influenciadores digitais para imobiliárias. Mas, será que eles são, de fato, úteis para você alavancar o faturamento da sua empresa? Sim, eles são úteis. Mas, é preciso muito cuidado na hora de escolher um bom influenciador e, claro, na hora de fazer um bom planejamento.

Em diversos artigos aqui do blog da Ville Imob, recomendamos que tudo que você for fazer para o marketing ou vendas de sua empresa, comece por um bom planejamento. Afinal, é isto que dará rumo e fará com que você possa focar no objetivo certo. E no caso de aproveitar influenciadores digitais, não é diferente.

Então, para entender tudo sobre o tema e saber o que considerar na hora de contratar um profissional influenciador, acompanhe o texto!

Influenciadores Digitais para Imobiliárias

Influenciadores digitais para imobiliárias – É vantajoso contratá-los?

Para que possamos entender se é vantajoso ou não contratar influenciadores digitais para imobiliárias, precisamos partir do princípio do que é ou não valoroso para sua empresa.

Principalmente quando falamos dentro do espectro do marketing, é preciso sempre estar medindo as ações para ver se elas estão trazendo resultados. Ou seja, ter um bom conhecimento do ROI (retorno sobre o investimento) de suas ações é importantíssimo.

Embora ações de marketing visem lucro na maioria das vezes, isso não é tudo. Ou seja, você pode contratar um influenciador digital para uma série de funções, não apenas vender seu produto de forma direta.

Por mais que o objetivo final seja a venda, há um processo construtivo antes disso, que pode ser feito de inúmeras formas. E para entender como um influenciador pode ajudar, inclusive, neste aspecto, separamos alguns tópicos abaixo para contextualizar a importância e o poder desta nova profissão que surgiu a partir da internet.

Para ler depois como complemento textual, recomendamos este artigo: Estratégias de Marketing para Imobiliárias.

O que são e qual a importância dos influenciadores digitais hoje em dia

Para entendermos o que são os famosos influenciadores digitais no nosso mundo globalizado atual, basta darmos alguns passos atrás e reconsiderar um conceito antigo: garotos e garotas propaganda!

Esta talvez seja uma das explicações mais práticas e diretas para entendermos o que são os influenciadores digitais. A diferença é que hoje em dia, cada influenciador possui seus próprios canais de comunicação, como Facebook, Instagram, YouTube, LinkedIn, etc. E no passado, existiam apenas alguns poucos veículos, como rádio, televisão e jornal.

Ou seja, na prática, as duas profissões são muito parecidas, mas com muitas diferenças entre elas. Principalmente pelo fato de que é possível se ter muito mais proximidade com os fãs através de uma rede social, do que com um canal clássico de comunicação, como a televisão, por exemplo.

E veja bem: não estamos dizendo que a televisão perdeu poder de efetividade, ok? Cada mídia tem seu espaço. Inclusive, temos um artigo no blog analisando se vale ou não investir em anúncios na tv. Mas, para o caso de influenciadores digitais, a internet certamente está na frente.

Entenderemos, a seguir, um pouco mais sobre a profissão e como influenciadores digitais para imobiliárias não são apenas garotos ou garotas propaganda, como eram conhecidos no passado. Acompanhe.

Influenciadores Digitais para Imobiliárias

O poder de um influenciador digital vai muito além da influência

Cada influenciador possui seu próprio canal de comunicação, conforme mencionamos anteriormente. Até aqui, isto é simples e lógico. Mas, por trás disso, há muito, mas muito poder.

Afinal, partimos do princípio de que as pessoas somente seguem pessoas que são importantes ou possuem algum tipo de autoridade digital, não é mesmo? Por exemplo, se alguém não gosta de futebol, por que vai seguir jornalistas esportivos ou atletas?

E a partir destas ações de “seleção”, muitos filtros e segmentações começam a aparecer e, claro, isto é uma ferramenta poderosíssima para quem vai anunciar ou formalizar alguma parceria com um influenciador digital.

E além disso, um profissional influenciador não vai apenas “vender” seu produto. Como ele é dono do próprio canal de comunicação, você pode negociar infinitas possibilidades de parecerias, sem ficar engessado a um programa ou formato, como era antigamente.

Então, é possível construir parcerias para merchandising, geração de conteúdo, menções e muitas outras formas de mostrar que há ali uma verdadeira conexão entre sua imobiliária e o influenciador.

No longo prazo, tudo vira um grande anúncio “suave”. E entenderemos mais sobre isso no decorrer do texto. Acompanhe!

Como escolher um bom influenciador digital para sua imobiliária?

Até aqui, já entendemos o que são os influenciadores digitais e como eles podem ser comparados aos “garotos e garotas propaganda” do passado. Mas, e como você pode aproveitar o máximo de potencial que um influenciador pode oferecer? Como escolher o influenciador certo? Que tipo de ações podemos fazer para ter resultados com estes profissionais?

Estas são algumas perguntas que iremos responder a partir de agora, pois iremos elaborar um passo a passo que você usar como base para montar seu “processo seletivo”.

Há diversos critérios que você precisa considerar na hora de construir uma parceria de longo prazo com algum influenciador e, acredite, o número de seguidores é um dos fatores menos importantes!

É claro que estampar sua marca para milhões de pessoas enxergarem, pode soar positivo. Mas, na internet, quantidade não necessariamente é qualidade.

É preciso atingir as pessoas certas para que as vendas possam acontecer. Entre outros critérios importantes para a escolha, estão os seguintes:

  • Tudo começa por um bom plano de marketing – O influenciador precisa ser uma necessidade;
  • A persona é importantíssima;
  • A linguagem precisa ser compatível;
  • Merchandising ou conteúdo – Qual o melhor?;
  • Pense no longo prazo – A parceria não pode aparentar ficção demais;
  • Atente-se para a audiência do influenciador – Quantidade não é qualidade;

Vamos abordar cada tópico detalhadamente a partir de agora. Acompanhe.

Influenciadores Digitais para Imobiliárias

Tudo começa por um bom plano de marketing – O influenciador precisa ser uma necessidade

O primeiro critério que você precisa considerar para ter sucesso com a ajuda de influenciadores imobiliários, é ter um bom plano de marketing. Ou seja, o sucesso não está apenas baseado e dependente do influenciador de sua escolha. Mas também, está relacionado com o planejamento que você fez antes mesmo de fazer a contratação.

Influenciadores digitais para imobiliárias não podem ser considerados a “solução para todos os problemas” e, muito menos, vendedores. O trabalho dele, é influenciar seu público de alguma maneira. Alguns, de forma mais direta. Outros, de forma mais indireta. E isto pode ser fantástico, quando bem utilizado.

Por isso, jamais coloque 100% de seus recursos e expectativas em uma ação ou campanha criada da noite para o dia com a ajuda de um influencer.

Você precisa se nortear através do plano de marketing da sua imobiliária e, se lá estiver previsto a contratação de um influenciador para algumas ações pontuais e construção de marca, o faça.

Veja aqui um passo a passo para criar seu primeiro plano de marketing para imobiliárias.

A persona é importantíssima

Aqui no blog, já falamos muito sobre persona imobiliária e como ela é importante para o desenvolvimento do seu negócio. Afinal, uma boa persona pode se conectar de maneira incrível com seu público-alvo. Pois há neste processo de comunicação, muita empatia e linguagem de copywrite (escrita persuasiva).

E no caso da contratação de um influenciador digital, não é diferente.

É preciso ter ali uma conexão viável com os pilares da sua imobiliária para que não haja uma desconexão com o seguidor do influenciador.

Em outras palavras, quanto mais o influenciador tiver afinidade e algum tipo de relação com sua imobiliária, mais certo dará a parceria.

Afinal, pense a seguinte situação: determinado influenciador sempre aparece pelas redes sociais usando um celular da marca X. Até que em um belo dia, ele aparece usando o celular da marca Y, dizendo que é fã do celular e que a melhor escolha que ele poderia ter feito, foi ter trocado o aparelho X pelo Y. E ao fim da parceria com a marca Y, volta a usar o celular da marca X.

O que acontece neste momento? Uma desconexão enorme por parte dos seguidores. Eles vão se sentir enganados pelo influenciador e, claro, pela marca. Então, estude muito bem o influenciador antes de propor uma parceria para que, então, tudo faça sentido.

Influenciadores Digitais para Imobiliárias

A linguagem precisa ser compatível

Esta é uma das dicas mais importantes para que a contratação de influenciadores digitais para imobiliárias saia como planejada. Afinal, a linguagem, na internet, é a ferramenta mais poderosa disponível para nós. Com ela, podemos nos comunicar da forma que quisermos, com quem quisermos e quando quisermos. Simples emojis são uma linguagem, por exemplo.

Mas, neste caso, a linguagem em questão está muito mais baseada em pilares e formatos, do que na prática em si. Ou seja, se você contratar um influenciador que não gosta de imobiliárias e que incentiva as pessoas a negociarem de forma particular, certamente não fará sentido.

Pois haverá ali uma desconexão (vide tópico anterior) e o seguidor ficará sem entender nada. Para ele, não fará sentido. E muito menos para sua marca.

Então, se você comercializa imóveis de luxo, por exemplo, o influenciador não pode ser um adolescente que fala para um público adolescente. Esta é uma das mais importantes relações que você precisa considerar para que a parceria funcione no médio e longo prazo.

Merchandising ou conteúdo – Qual o melhor?

Conforme entendemos no início do texto, há inúmeras formas de usar um influenciador digital para ajudar no marketing da sua imobiliária.

Entre outras situações, o que é melhor, fazer um merchandising ou criar conteúdo para os seguidores do influenciador? A resposta é: depende!

Depende das ações que você planejou para sua campanha de marketing. Uma venda direta, falando de um produto, mostrando fotos e indicando canais de compra é um tipo de comunicação. E construir conteúdo sobre um determinado produto, é outro.

E para entendermos melhor a relação destes dois critérios, separamos uma explicação rápida abaixo. Veja.

Merchandising

O merchandising é, basicamente, uma venda feita de forma direta.

Ou seja, o influenciador grava ou escreve sobre o produto, mostra os benefícios, indica um canal de compra e oferece um desconto exclusivo.

Este formato é muito comum em canais de televisão, onde o apresentador para o programa para falar de um produto. No caso do influenciador, ele pararia o conteúdo padrão dele e falaria do seu produto.

Conteúdo

Já o conteúdo, é algo muito mais denso e com um propósito muito maior. Enquanto o merchandising busca a venda, o conteúdo busca o engajamento para, depois, gerar a venda.

Aqui, você precisa contar com a ajuda do longo prazo para que os resultados tenham mais potencial. Você pode fazer uma parceria de anos com um influenciador para ele sempre estar junto da sua marca, participando de lançamentos imobiliários, fazendo a cobertura de algum imóvel, etc.

O conteúdo será uma forma de soft-sell. Ou, venda suave. Onde há sim um processo de vendas embutido, mas é muito menos direto do que o merchandising e, claro, possui muito mais potencial de geração de ativos para vendas futuras.

Influenciadores Digitais para Imobiliárias

Pense no longo prazo – A parceria não pode aparentar ficção demais

Quanto mais você pensar no longo prazo, mais rentável será a parceria entre sua imobiliária e o influenciador digital. E este “rentável” não é apenas do ponto de vista financeiro. Mas também, do ponto de vista de branding.

Ou seja, com o tempo, você conseguirá construir uma excelente identidade para sua marca. E neste processo construtivo, há muitos gatilhos que podem fazer com que as pessoas comprem um produto seu hoje ou amanhã.

Lembre-se: quanto menos ficção a parceria aparentar, melhor para sua imobiliária e para o influenciador. Assim, haverá uma sintonia e um depósito maior de confiança por parte dos seguidores.

Atente-se para a audiência do influenciador – Quantidade não é qualidade

E por fim, não poderíamos deixar de mencionar a audiência dos influenciadores digitais para imobiliárias. Ela é importante? Sim, e muito. Mas, não do ponto de vista quantitativo. Mas sim, qualitativo. Ou seja, quantidade não necessariamente é qualidade. Então, encontre influenciadores que tenham uma audiência engajada e que esteja dentro do público-alvo que você está procurando para sua imobiliária.

Com isso, podemos afirmar: sim, vale muito o investimento em influenciadores digitais para ajudar sua imobiliária a crescer.

Boas vendas!