Com a chegada do fim de ano, é hora de fazer o balanço dos negócios de 2015 e, também, é o momento para começar a planejar e analisar as tendências para o mercado imobiliário em 2016.

Por conta da crise econômica que tomou conta do Brasil, o setor imobiliário sofreu com a instabilidade e apresentou quedas em vendas, lançamentos e valorização dos imóveis. Para se ter uma ideia, na cidade de São Paulo, principal mercado do país, houve queda de 34% nos lançamentos e de 3,4% nas vendas em 2014 em comparação ao ano anterior.

A partir desses números, podemos entender que as construtoras diminuíram o ritmo de construções já que há muito estoque: mais de 26 mil unidades. Quanto às vendas, o número não caiu tanto. Isso significa que, com uma grande oferta, os compradores conseguiram negociar preços melhores em 2015. Aliás, as grandes incorporadoras começaram a fazer diversas ações promocionais, oferecendo até 50% de descontos.

E por falar nos preços dos imóveis, esse ano a valorização imobiliária, de acordo com dados da FipeZap, foi de 1,32%, ficando abaixo da inflação (9,47%). Já projetando o primeiro semestre do próximo ano, a expectativa do índice FipeZap é que os preços voltem ao mesmo patamar de 2011.

imob-v30-728x90-post

Mas só quem vai aproveitar o resfriamento nos preços dos imóveis são as pessoas que já possuem bastante recursos para investir, aquelas que não precisam recorrer aos financiamentos imobiliários.

Tudo isso é efeito da situação econômica que o país vive. Os bancos, por exemplo, se viram obrigados a restringir os créditos imobiliários. Na prática, isso quer dizer que as pessoas que antes atendiam a todas as condições para conseguir um financiamento passaram a ser rejeitadas. A alta do desemprego e dos juros também reflete diretamente no setor imobiliário.

Como não há previsões de melhoras na economia, esse cenário, em um primeiro momento, deve se repetir no primeiro semestre de 2016. Mas não há motivos para desânimo. Pelo contrário. O corretor de imóveis pode aproveitar os preços em baixa e gerar mais volume de vendas. Embora a comissão seja menor, você pode vender em mais quantidade e captar mais clientes. Para completar, o mercado de locação durante as Olimpíadas vai ser bastante agitado.

Já para quem é investidor é um ótimo momento para adquirir imóveis em regiões promissoras, como bairros que vão receber metrôs. Isso porque você vai conseguir fazer boas negociações e comprar imóveis com preço abaixo da média histórica.

É hora de ser otimistas e acreditar em um ano mais movimentado. Sucesso e Bons negócios para o próximo ano!