Durante um bom tempo, os brasileiros assistiram ao crescimento fora da curva nos preços dos imóveis. Muita gente se deu bem nessa época, principalmente investidores e proprietários que tiveram seu imóveis supervalorizados. Inclusive, muitos profissionais abandonaram seus empregos para se tornarem corretores de imóveis.

No entanto, por conta da crise econômica que tomou conta do país em 2015, esse quadro se inverteu. A negociação esteve nas mãos do comprador de imóveis. Diante desse cenário de incertezas, o comprador tem muitas possibilidades de negocias os valores dos imóveis. Em resumo, quem guardou suas economias pode fechar um ótimo negócio ainda este ano ou no começo do próximo.

Esqueça o financiamento

O cenário é positivo para quem guardou dinheiro e quer comprar um imóvel. Isso porque está cada vez mais difícil conseguir um financiamento imobiliário nos bancos que estão muito exigentes para conceder empréstimos.

De acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário (Abecip), em junho, houve uma redução de 42,7% nos créditos imobiliários em relação ao mesmo período do ano passado inferior ao ofertado no mesmo mês de 2014. Não é por menos, com a onda de desemprego, os bancos não querem emprestar dinheiro para pessoas que não têm certeza da estabilidade nos empregos.

imob-v30-728x90-post

Construtoras estão fazendo saldão

Devido ao boom imobiliário de anos atrás, as construtoras se empolgaram e começaram a erguer empreendimentos nas principais capitais do país em ritmo acelerado. Atualmente, o que nós temos é um mercado imobiliário com muita oferta e pouca demanda.

Para se ter uma ideia, São Paulo, o maior mercado imobiliário do país, tem cerca de 22 mil imóveis estocados, segundo o Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP) Isso significa, na prática, dinheiro parado para as construtoras e, consequentemente, abertura para negociar descontos.

Você mesmo já deve ter visto pela televisão e em outdoors as construtoras divulgando descontos entre 10% e 40% dos seus lançamentos. Inclusive, o mercado imobiliário entrou na onda da Black Friday, tradicional sexta-feira de promoções. No portal VivaReal, alguns imóveis chegaram a receber 50% de descontos durante o mês de novembro. Ao todo, foram 400 empreendimentos em 11 cidades que tiveram os preços reduzidos.

Já deu para perceber que o poder está na mão de quem compra, não é verdade? Portando, faça pesquise e, principalmente, negocie bastante para fechar o negócio dos sonhos!

Posts relacionados

Compartilhe: