Antes de falarmos sobre o efeito manada no mercado imobiliário, seja sincero e responda a seguinte pergunta: alguma vez você já comprou um produto só porque todo mundo estava comprando e nunca chegou a utilizá-lo?

Se sua resposta foi “sim”, você foi vítima do comportamento manada. Em outras palavras, você agiu por impulso e não calculou os benefícios (ou prejuízo) da sua aquisição. E, acredite: o efeito manada no mercado imobiliário é mais comum do que você imagina.

Afinal, o que é efeito manada?

Originalmente, o termo está ligado ao comportamento de muitos animais que andam em manada com o objetivo de se protegerem dos predadores.

Quando falamos em economia, o efeito manada se refere a situações em que grupos de pessoas reagem da mesma maneira, geralmente, de forma não planejada.

Um exemplo é quando compramos produtos na Black Friday só porque está barato ou porque todos estão comprando. Aqui, agimos por impulso. E o efeito manada pode ocasionar grandes crises: diante de um problema econômico, acionistas passam a vender suas ações, o que pode “quebrar” a bolsa de valores.

Maior efeito manada no mercado imobiliário

Um exemplo clássico é a bolha imobiliária nos Estados Unidos que estourou em 2008. O episódio é retratado em “A Grande Aposta”, um dos filmes para corretores de imóveis que você deve assistir.

efeito manada no mercado imobiliário bolha

À época, houve afrouxamento das normas de regulação imobiliárias, empréstimos em larga escala feitos para pessoas que não tinham condições de pagar e mecanismos de incentivo do crédito imobiliário. Diante desse cenário, muitas pessoas passaram a comprar imóveis que não tinham condições de adquirir. Em poucos anos, a bolha estourou.

Outros efeitos manadas no mercado imobiliário

Mesmo que em menor escala, é possível observar o efeito manada no mercado imobiliário nas vendas de loteamentos e de salas comerciais, por exemplo.

Quando construtoras lançam inúmeros empreendimentos e há pouca demanda, elas costumam abaixar bastante o preço para vender os imóveis na planta. Essa prática pode levar a um efeito manada também.

Quem ocasiona o efeito manada no mercado imobiliário

Diversos fatores podem provocar o efeito manada no mercado imobiliário. Um agente fundamental para gerar essa situação pode ser o governo, ao oferecer condições flexíveis de financiamento imobiliário.

efeito manada no mercado imobiliário causas

Um construtora que tem um grande aporte financeiro também pode colocar os preços lá embaixo de seus empreendimentos e provocar um novo efeito manada no mercado imobiliário. 

Papel do corretor de imóveis

Mais do que vender um imóvel e receber a devida comissão, o corretor deve se preocupar com a satisfação do cliente. Ao realizar um ótimo atendimento, você tem chances de receber mais indicações a longo prazo.

Por isso, é seu dever fazer com que o cliente não entre no efeito manada. Em outras palavras, ele não pode agir por impulso. A compra imobiliária deve ser realizada de forma pensada e planejada, a ponto de não causar nenhum transtorno no futuro do cliente.

efeito manada no mercado imobiliário corretor

Para tanto, o corretor precisa saber passar as melhores dicas de financiamento imobiliário. Portanto, esteja sempre atualizado quanto às condições oferecidas pelo mercado.

Além disso, procure oferecer o imóvel certo para o seu cliente. Isso só é possível quando você utiliza uma plataforma imobiliária com um CRM Imobiliário inteligente. Após fazer um cruzamento de dados dos clientes e da sua carteira de imóvel, a ferramenta seleciona os imóveis mais compatíveis às necessidades de cada pessoa.

Não perca mais tempo e cadastre-se agora mesmo no ville Imob!

Posts relacionados