Você sabe o que é mídia out-of-home? Parece difícil de entender o que isto significa? Pois bem, no texto de hoje, vamos explicar um pouco mais sobre esta excelente alternativa para a sua estratégia de marketing imobiliário. É claro que ela, por si só, não irá ser a “salvadora da pátria”.

Ou seja, ela não irá resolver todos os seus problemas. Porém, é uma excelente forma de sentir como está o mercado imobiliário, testar e estudar alguns locais específicos para trazer mais prospectos.

A mídia out-of-home é conhecida por diversos benefícios. Inclusive, pelo bom preço, que muitas vezes é atrativo para quem está iniciando uma campanha.

É claro que com a internet e a possibilidade da criação de anúncios online, a mídia tradicional está cada vez mais “obsoleta”, por assim dizer. Mas isto não significa que ela não seja efetiva.

O que acontece, na verdade, é que a maioria das pessoas possui curiosidade para testar anúncios online. E muitas vezes parece que os outros formatos irão deixar de existir. Mas, dificilmente isto acontecerá.

Por um simples motivo: eles são interessantes para o negócio! Se você quer entender mais sobre o assunto e melhorar os negeocios da sua imobiliária, continue lendo.

mídia out-of-home

O que é mídia out-of-home?

Não há segredo para descrever a mídia out-of-home. Na tradução livre, ela significa “mídia fora de casa”. Ou seja, são todas as mídias que são instaladas na rua e em locais públicos. Esta é uma forma de se comunicar com as pessoas que estão trafegando pelo espaço em que a mídia está instalada.

Porém, antes que você ache que basta colar um anúncio na parede e suas vendas começam a disparar, é importante entender como você pode utilizar corretamente este investimento. A mídia alternativa muitas vezes é uma ótima oportunidade de você cativar novos clientes ou mesmo aqueles que você não conseguiu através da mídia tradicional.

Afinal, como você sabe, as pessoas são diferentes. E, sendo diferentes, elas possuem formas diferentes de ver o mundo e de consumir conteúdo. Por isso, por mais que você segmente um público-alvo em um anúncio do Facebook, pode ser que aquela pessoa não está disposta ou receptiva ao anúncio.

Ou seja: não há receita. Você precisa testar muito todas as alternativas, encontrar caminhos que sejam viáveis, investir em inovação e nunca fechar portas de oportunidades. Afinal, sempre pode ter um bom negócio escondido naquela alternativa menos provável. E ela pode justamente ser a mídia out-of-home.

Para que você entenda um pouco mais sobre o assunto, separamos uma lista de formatos que você pode testar. Veja abaixo.

Os principais formatos de mídia out-of-home

Conforme já entendemos, a mídia out-of-home nada mais é do que um formato de mídia fora de casa. Ou seja, a mídia da rua. E a mídia da rua possui inúmeros formatos, inclusive, alguns ainda nem conhecidos. Os mais básicos, listamos abaixo. Mas você deve sempre pensar que a mídia nada mais é do que um espaço para se comunicar.

E pensando isso, abrem-se muitas oportunidades criativas, pois a comunicação pode ocorrer de diversas formas. Assim sendo, uma das dicas mais importantes que podemos dar sobre o assunto, é entender que nem sempre um formato padrão precisa receber uma mensagem padrão. Este tipo de comunicação é chamado de “paisagem”. Pois é tão clichê que ninguém olha de verdade.

Uma comunicação paisagem se dá por diversos motivos. E o principal deles, é se “auto elogiar”. Por exemplo, se você optar por um dos formatos abaixo e simplesmente dizer que sua imobiliária é a melhor ou o seu produto é o melhor, as chances de o negócio não “vingar” é grande. Pois o que as pessoas querem de fato saber, é se o produto irá resolver o problema delas!

E como você sabe, independente do tipo de cliente da sua imobiliária, ele sempre estará buscando uma solução. E nunca uma “oferta imperdível” pelo simples fato de ser uma boa oferta. Pensando desta forma, você terá muito mais chances de acertar nas mensagens em out-of-home. Veja abaixo onde você pode anunciar.

mídia out-of-home

Outdoor

O outdoor é um dos formatos mais básicos de qualquer campanha publicitária. A maioria das pessoas que está iniciando um planejamento de marketing, automaticamente coloca este formato de mídia out-of-home na lista. Porém, este é um formato que exige um pouco de estudo para aproveitar melhor o investimento.

Como você sabe, o outdoor é um anúncio em grande escala, que ficará exposto na rua, beira de estradas e cidades. Isto gera muito impacto, pois muitas pessoas irão vê-lo e consumi-lo. Porém, será que as pessoas certas estão sendo impactadas? Este é um “porém” muito importante e que precisa ser levado em consideração.

O seu público-alvo é uma das etapas mais importantes para definir. Pois isto fará toda diferença na hora de escolher o melhor ponto de outdoor. Afinal, alcançar as pessoas certas é mais importante do que simplesmente alcançar pessoas, não é mesmo?

Pôsteres na rua

Você já ouviu falar dos pôsteres na rua? Pois bem, este é um formato conhecido também pelas agências de publicidade e clientes. Mas, não são tão utilizados em cidades menores e com menos habitantes. É comum você encontrar os pôsteres em calçadas grandes e largas, onde o número de pessoas caminhando é grande.

Este é um formato que requer uma atenção especial na produção, pois ele é destinado a pessoas que estão passando pelo local e que tenham tempo de ler. Ou seja, para quem está em veículos, o formato não serve. Por isso, é sempre importante considerar como as pessoas irão consumir a mensagem para que a conversão seja ainda melhor.

Este tipo de mídia out-of-home é excelente, desde que a mensagem seja clara e direta. Por mais que as pessoas tenham “mais tempo” para ler (diferente de um outdoor), elas não irão parar somente para fazer isso. A mensagem precisa ser chamativa e impactante para que, somente após despertar este interesse, haja um contato maior.

mídia out-of-home

Backlight

Os painéis de backlight são excelentes formas de poupar o meio ambiente. Pois tudo que você pode fazer em um outdoor e pôster, também consegue fazer em um backlight. É claro que formatos alternativos, como aplicações e recortes, não é possível aqui. Mas o ponto positivo é que, diferente do papel, a qualidade da mensagem do backlight é mais duradoura.

O backlight é uma excelente forma de criar anúncios imobiliários que vendem. Pois há uma certa “elegância” nos painéis, que chamam a atenção das pessoas pelo simples fato de ser um painel luminoso. E você pode tirar proveito disso para o seu projeto, produto ou campanha na sua imobiliária.

Frontlight

O frontlight é uma mídia out-of-home semelhante ao backlight. Com a diferença de que, ao invés da luz vir por trás da mensagem, ela ilumina a frente. É como se fosse um outdoor com iluminação. Ou seja, os formatos possuem muitas semelhanças. E, neste caso, você poderá impactar pessoas de dia e de noite, aproveitando ao máximo o movimento da rua ou avenida.

É claro que isto também impactará no investimento. Um frontlight pode ser mais caro que um outdoor. Por isso, é importante que você estabeleça bons critérios para a sua campanha. É preciso entender o público para saber onde ele está e por onde ele anda. Se o seu público não estiver na rua de noite, qual o motivo de ter um frontlight?

Neste caso, entender o comportamento do consumidor no mercado imobiliário é um diferencial. Pois quando se tem informações, se tem vantagem. E vantagem competitiva é algo que pode fazer a sua imobiliária ir mais longe.

frontlight

Backbus ou busdoor

Este é um formato muito convencional de mídia out-of-home. O backbus ou busdoor, como o nome já diz, são formatos para serem instalados nos ônibus em circulação na cidade em que você quer anunciar. Pode ser instalado na parte externa do ônibus (busdoor) ou na parte interna (backbus).

Ambos os formatos possuem públicos diferentes. E isto por um simples motivo: um anda de carro ou apé, e o outro anda de ônibus. Ou seja. o backbus só será consumido por pessoas que trafegarem dentro do ônibus, e isto faz a sua segmentação afunilar muito. Por isso é tão importante sempre repetir: estude seu público-alvo.

Painéis digitais e interativos

Os painéis digitais são aquelas que aparecem am grandes centros urbanos, como a Times Square em Nova York. Eles são excelentes formas de chamar a atenção. Porém, em locais em que haja muitos painéis, pode gerar confusão visual. E isto não é inteligente, uma vez que a mensagem se transformará rapidamente em paisagem, conforme exemplo anterior.

Além do mais, é interessante utilizar a interatividade nestes painéis. Pois esta é uma forma de “assumir” uma persona imobiliária e falar com as pessoas que estiverem pelo local. Assim, as chances de você atrair pela empatia são muito maiores. E, você sabe: quando há empatia, há venda!

O que é Mídia Out-of-home

Empena

A empena é um formato clássico de mídia out-of-home. Ela fica localizada na fachada ou laterais de prédios altos. Geralmente possui uma altura enorme, praticamente do tamanho do prédio. E justamente pelo tamanho que você ganhará a atenção das pessoas na rua, pois a estrutura e a proporção fogem muito ao conforto visual. E isto faz com que todos olhem.

E com este “benefício” do tamanho, é importante não errar na mensagem. O seu anúncio precisa ser perfeito para quem o leia. Por isso, conte com uma equipe de publicitários especializados no assunto para que, no médio e longo prazo, hajam conversões efetivas deste investimento, que nem sempre é tão barato.

A importância de considerar a mídia out-of-home na sua estratégia de marketing imobiliário

Quando falamos de estratégias para marketing imobiliário, geralmente estamos falando de campanhas publicitárias que atraiam um público interessante. Quando na verdade, deveria ser ao contrário: pensar em campanhas que atraiam o público que a sua imobiliária precisa e quer!

Afinal, quando não sabemos exatamente o que buscamos, na realidade, estaremos buscando qualquer coisa. E “qualquer coisa” não é suficiente para ter uma imobiliária de sucesso. Você precisa entender os seus produtos, precisa entender a mente do consumidor, precisa entender onde ele está e, principalmente, como conversar do jeito certo.

E tudo isso é definido ainda na fase de planejamento que, por vezes, pode contar com alternativas utilizando a mídia out-of-home. Veja dois excelentes benefícios abaixo.

outdoor

Custo benefício

O custo benefício é o primeiro ponto que podemos destacar deste tipo de mídia. Muitas vezes torna-se muito mais barato anunciar em um outdoor, por exemplo, do que em uma revista. Ou, fazer um anúncio de TV. E o alcance das pessoas também é muito maior. Ou seja, você poderá investir sua verba de uma forma mais abrangente.

O impacto gerado

Como a mídia out-of-home é uma mídia de destaque por si só, ou seja, grandes formatos que fazem as pessoas olharem, você tem uma vantagem interessante. O impacto gerado com um anúncio feito para ser consumido por pessoas na rua ou por quem estiver passando na calçada é muito grande. E isto muitas vezes é tudo que você precisa para chamar a atenção e, com a mensagem certa, atingir o público ideal.

Foque em qualidade e não apenas em quantidade

Por mais que tenham muitos benefícios em trabalhar com mídias exteriores de grandes proporções, é interessante entender que nem sempre quantidade é qualidade. Para melhorar os seus resultados em vendas, você não precisa falar com todas as pessoas da sua cidade. Você precisa falar com as certas! E isto muitas vezes é um trabalho demorado, árduo e que leva tempo. Mas nada longe de ser alcançado!

Faça testes e encontre a melhor opção de mídia para sua estratégia

A melhor maneira de encontrar a melhor estratégia de marketing e formato para anúncios, é justamente fazendo testes. Faça testes em diversas áreas e busque uma maneira de tirar proveito disso. Esta é uma das melhores formas de otimizar sua verba no futuro e acertar em suas decisões.

E, para ajudar em todos estes aspectos, tenha um software imobiliário para ajudar a coletar, armazenar e otimizar o seu tempo durante os estudos de uma boa campanha publicitária. Boas vendas!