27 3262-0877 - WhatsApp: 27 99748-7465 [email protected]

O modelo de vistoria de imóvel é um dos documentos mais importantes na hora de formalizar um contrato de locação.

Ele fazer parte da lista de documentos que precisa ser tratada com muita atenção, pois é justamente neste documento que muitos critérios do contrato podem ser cobrados depois.

Aqui no blog da Ville Imob, nós já falamos bastante sobre como um contrato de aluguel deve ser feito e o que deve ser considerado. E a vistoria do imóvel, claro, está nesta lista. Veja: Contrato de aluguel: tudo sobre como fazer um contrato de aluguel.

Neste artigo, você vai aprender qual é o modelo de vistoria de imóvel mais adequado para a sua imobiliária e para seus clientes, como fazê-lo e onde baixá-lo. Portanto, continue lendo e saiba tudo sobre o assunto.

Modelo de vistoria de imóvel – O que é?

Modelo de vistoria de imóvel

Um modelo de vistoria de imóvel nada mais é do que um tipo de documento que garante que o corretor de imóveis ou a imobiliária possa criar um fluxo prático de análise de um imóvel.

Afinal, a gente sabe que o trabalho de vistoria de um imóvel pode ser bastante minucioso e, portanto, deve ser feito com muita atenção.

Para não esquecer nenhum item, fazer um tipo de checklist pode ser uma boa ideia.

E o modelo de vistoria de imóvel acaba sendo este checklist – uma forma de guiar a vistoria, de maneira ordenada, e seguindo os critérios e padrões importantes para sua imobiliária e clientes.

Com o sistema de gestão da Ville Imob, você garante que este processo seja feito com toda a cautela que ele precisa.

Afinal, no sistema, você conseguirá inserir todas as informações do cliente e criar uma programação de vistorias sem esquecer de nada e nem dos dias agendados.

Faça um teste grátis agora mesmo clicando aqui.

Vistoria de locação em um imóvel – O que precisa ser analisado?

Vistoriar um imóvel é um trabalho que exige não só capacidade técnica. Mas também, capacidade analítica.

Ou seja, o profissional precisa estar muito bem preparado para que a vistoria não passe a ser apenas uma situação protocolar da imobiliária e possa, sim, ser efetiva.

Adotar um modelo de vistoria de imóvel, muitas vezes, pode fazer com que este trabalho fique engessado e sem uma olhar aprofundado sobre as situações. Por mais que o modelo ajude muito, é preciso considerar todas as etapas como sendo únicas.

Mas, o que precisa ser analisado? Quais são os principais itens de um modelo de vistoria de imóvel? Várias são as atribuições e isto poderá depender, também, do estilo do imóvel e das exigências do locatário.

No entanto, aqui vai uma lista de itens que você deve colocar no seu modelo de vistoria para não deixar passar nada:

  • Peças em geral;
  • Esquadrias;
  • Componentes de cerâmica;
  • Alumínios;
  • Madeiras;
  • Parte elétrica;
  • Parte hidráulica;
  • Vidros;
  • Fechaduras;
  • Trincas;
  • Maçanetas;
  • Pintura do imóvel;
  • Teto;
  • Piso;
  • Nivelamento das áreas;
  • Etc.

Estes são alguns itens que compõe o modelo de vistoria de imóvel.

Mas ele não e único e você deve fazer as adaptações necessárias. Neste caso, é importante, também, fornecer as informações do contrato de maneira muito legível e identificável.

Não se preocupe – ao fim deste artigo, você terá um link para baixar um modelo de vistoria de imóvel diretamente no seu computador e usá-lo como base para criar novos termos.

Continue lendo.

Modelo de vistoria de imóvel – Baixar ou fazer o seu próprio?

Modelo de vistoria de imóvel

Existem duas opções bastante viáveis para quem busca um modelo de vistoria de imóvel: baixá-lo ou fazê-lo do zero.

Ambas opções são boas e vale a pena testar.

Quando você faz um modelo de vistoria do zero, muitas vezes, precisará de ajuda jurídica para criar todos os tópicos. Além disso, é importante que um corretor especializado e devidamente regularizado no CRECI, monte todos os tópicos e campos.

Afinal, ele saberá o que está fazendo e, portanto, poderá facilmente elaborar um modelo viável para a imobiliária.

Dá mais trabalho, mas vale a pena, pois o modelo ficará dentro dos padrões do seu negócio e da Lei.

Agora, se você optar por baixar o modelo de vistoria de imóvel, neste caso, você terá tudo pronto em questão de minutos. Só que mesmo assim, uma análise fina será precisa, visto que o modelo não necessariamente vai estar pronto e adequado para sua realidade.

Por exemplo, se você trabalha no nicho imobiliário de imóveis de luxo e todas as casas que você comercializa têm piscina, este item precisa estar no modelo.

E se o modelo que você baixou, não tiver esta descrição para inspeção, é preciso ajustar.

Então, não há uma melhor ou pior opção. O que há é uma forte (e necessária) adaptação para os eu negócio.

Muitas vezes você poderá personalizar, por exemplo, com papel timbrado – e criar branding para sua imobiliária, inclusive, neste simples documento.

O que precisa ter no modelo de vistoria de imóvel?

banner ville Imob

Um modelo de vistoria de imóvel precisa ter tudo aquilo que a legislação pede que tenha – e mais os detalhes que forem acordados no contrato.

Ou seja, é preciso que haja uma descrição mínima viável para que a vistoria possa ser feita e cumprida de maneira Legal, mas é importante, também, considerar a individualidade de cada cliente.

E aqui entra um ponto muito importante sobre o novo mercado e o novo perfil dos corretores de imóveis: quanto mais exclusivo for o atendimento, melhor para o sucesso no longo prazo.

Embora haja padrões e protocolos, o corretor pode transformar tudo isso em um grande diferencial para a sua carreira, de modo que todos os clientes se sintam exclusivos e, assim, sejam fidelizados.

Por exemplo, você pode fazer uma descrição minuciosa de cada cômodo da casa, criando assim um estilo bastante próximo de atendimento.

O cliente vai se sentir protegido e amparado – principalmente clientes novos, que nunca tenham alugado um imóvel antes.

Inclusive, aqui vai uma dica: baixe o nosso ebook sobre o novo perfil dos corretores de imóveis e veja mais insights como esse. Clique aqui para baixar.

E se você busca uma maneira de aperfeiçoar ainda mais o seu trabalho como corretor de imóveis, conte com a Ville Imob para fazer um teste grátis no nosso sistema de gestão.

Ele vai te ajudar a criar padrões otimizados para o seu negócio, de modo que você possa delegar trabalhos burocráticos para o algoritmo e focar em captar e vender mais.

Clique aqui para fazer um teste grátis agora mesmo.

Modelo de vistoria de imóvel é obrigatório?

Até aqui, já entendemos quais são os principais itens e o que considerar na hora de montar um modelo de vistoria de imóvel. No entanto, ainda há aquela dúvida: será que tudo isso é obrigatório de ser feito?

E a resposta é: sim!

A Lei do Inquilinato (8.245/91) prevê que o termo de vistoria seja feito para que, a partir disso, possa ser abstraído um laudo técnico sobre como o imóvel está sendo entregue. Tanto pelo locatário, quanto pelo locador.

Quanto mais descritivo e objetivo for este termo de vistoria, e com as condições mínimas viáveis previstas em Lei, melhor para o processo de contrato.

Por exemplo, se a casa tem 5 tipos de revestimentos diferentes, não diga somente que os revestimentos estão bons. Diga, também, quais são estes revestimentos, onde eles estão e quais são suas características.

Afinal, “bom” é subjetivo.

O que importa, no final, é o comparativo entre o antes e o depois. Se houver distorções muito aparentes, o locatário precisará consertar. Só que ele só vai fazer isso, se houver uma descrição completa em laudo técnico de vistoria.

Portanto, não hesite em fazer este tipo de trabalho da maneira certa.

Mesmo que seja algo protocolar, procure colocar energia nisso, para não ter problemas no longo prazo.

Benefícios de fazer vistorias do imóvel com regularidade e dentro da Lei

Modelo de vistoria de imóvel

Nós já entendemos como uma vistoria é importante para a imobiliária e para o inquilino.

Este termo protege ambos, visto que o locador não poderá cobrar nada a mais do que estiver descrito no laudo. E o locatário deverá cumprir com suas obrigações, sem prejudicar o imóvel.

Veja mais alguns benefícios que este documento pode trazer para a saúde do longo prazo do seu negócio imobiliário:

  • Menos desacordos entre locador e locatário;
  • Mais credibilidade para o corretor de imóveis junto a seu cliente;
  • Menos energia em trabalhos jurídicos após a liberação do imóvel;

Entenda melhor cada um destes itens, nos tópicos abaixo. Continue lendo.

Menos desacordos entre locador e locatário

Se tem uma coisa que pode dar dor de cabeça para o corretor de imóveis, é o desentendimento ente locador e locatário.

E este tipo de problema geralmente vai acontecer pelo fato de que há alguma distorção ou má descrição no contrato.

Afinal, tudo que é combinado, não sai caro, não é mesmo?

Portanto, o modelo de vistoria do imóvel poderá gerar muito conforto para seus clientes, de modo que tudo possa ser resolvido de maneira prática e sem muita energia jurídica.

Portanto, é responsabilidade do corretor de imóveis fazer com que tudo fique alinhado entre ambas as partes.

Além disso, é preciso explicar muito bem tanto para proprietário, quanto para inquilino, os termos da vistoria.

Mais credibilidade para o corretor de imóveis junto a seu cliente

Se você está começando agora no mercado imobiliário, sabe o quanto pode ser difícil conseguir seus clientes e construir a sua autoridade. Afinal, há muita concorrência ao seu lado.

Portanto, fazer as coisas corretas e com o máximo de assessoria possível aos clientes, vai fazer com que sua “fama” no mercado comece a ser propagada e, assim, mais clientes vão chegar até você.

Uma das melhores maneiras de passar credibilidade para os clientes, é garantindo que eles não vão ter problemas jurídicos lá na frente. O locador não quer ter seu imóvel comprometido e o locatário não quer pagar pelo que não é responsabilidade dele.

Você precisa ser esta ponte para ligar o bem-estar ente ambas as partes.

Modelo de vistoria de imóvel

Menos energia em trabalhos jurídicos após a liberação do imóvel

Muito embora a Justiça seja uma aliada, é sempre interessante que o corretor de imóveis evite ter que levar processos para serem resolvidos na Justiça.

E assim como vários outros problemas, um problema imobiliário também vai nascer de uma situação aleatória e que pode não apresentar riscos em um primeiro momento.

Neste caso, deixar de fazer um laudo de vistoria ou não fazê-lo adequadamente (com pressa, na correria, só pra cumprir protocolo), pode gerar conflitos jurídicos que trarão um peso burocrático para o trabalho do corretor de imóveis.

Portanto, quanto mais você puder evitar este tipo de coisa, evite. Só que é preciso agir nos bastidores para que os problemas não tenham origem, obviamente.

Onde baixar o modelo de vistoria de imóvel

Para baixar um modelo de vistoria de imóvel, você poderá acessar o CRECI do seu estado e fazer o download por lá.

O CRECI de cada região do Brasil, geralmente, fornece este documento para seus corretores, de modo que eles possam usá-lo para adaptações ao negócio próprio.

Procure pela área de serviços e documentos no site, e baixe o arquivo .DOC ou .PDF para o seu computador. Depois, basta adaptar, imprimir e preencher adequadamente.

A nível de exemplo, veja aqui o modelo de vistoria do CRECI da Bahia.

Modelo de vistoria de imóvel

Como a Ville Imob pode ajudar imobiliárias e corretores de imóveis neste processo

A Ville Imob é uma proptech brasileira que visa trazer facilidade e maior poder de lucratividade para corretores e imobiliárias.

Por aqui, você encontra o sistema “tudo em um” para profissionais do mercado imobiliário, de modo que todas as funções burocráticas e analíticas, possam ser feitas em conjunto com o sistema.

Veja algumas das funcionalidades:

  • CRM imobiliário;
  • Sistema de gestão completo;
  • Criação de sites imobiliários;
  • Exportação de imóveis para redes sociais;
  • Exportação de imóveis em portais imobiliários;
  • Sistema de chat online;
  • E muito mais.

Clique aqui para fazer um teste totalmente gratuito pra tirar suas próprias conclusões sobre o sistema.

Queremos te ajudar a vender mais e ter tempo de focar naquilo que realmente vai fazer o seu negócio decolar: captar e vender.

Boas vendas!