27 3262-0877 - WhatsApp: 27 99748-7465 [email protected]

Fazer um contrato de parceria imobiliária é uma das melhores maneiras de regularizar e oficializar uma parceria.

No entanto, o instrumento serve apenas como uma maneira de “passar a limpo” tudo que foi acordado. Ou seja, é possível fazer parcerias mesmo sem o uso de um contrato.

Mas isso não é recomendado.

Portanto, neste artigo, a Ville Imob vai te ajudar a entender um pouco mais sobre o contrato de parceria imobiliária.

Como você pode fazer, quais cláusulas usar, onde baixar um modelo pronto e como sugerir ou oferecer uma parceria a um corretor ou imobiliária.

Portanto, pegue um cafezinho e continue lendo para entender tudo sobre o tema.

Vamos lá?

Contrato de parceria imobiliária – O que é?

Contrato de parceria imobiliária

Fazer uma parceria imobiliária é uma das melhores formas de conseguir vender um imóvel ou um terreno mais rapidamente.

Afinal, duas forças trabalhando a favor de um objetivo, são mais fortes do que apenas uma força, não é mesmo?

Porém, todas as parcerias entre corretores e imobiliárias, deve ser feita de maneira formal. Mesmo que você seja amigo do outro corretor, a formalização do negócio deve acontecer via contrato.

Veja que o contrato de parceria imobiliária é um instrumento que garante a segurança de ambas as partes. Não é uma forma de burocratizar o trabalho ou o negócio.

Então, não há motivos para não fazê-lo.

Afinal, seria muito desagradável ter qualquer tipo de desacordo depois que o negócio evoluiu, não é mesmo?

Por exemplo, se não ficou muito clara a divisão da comissão ou as funções de cada um, o contrato poderá formalizar e deixar tudo isso muito claro.

Além de ser um instrumento que garante ambas as partes, é um instrumento que faz com que ambos os lados trabalhem em favor do objetivo maior, que é vender o terreno ou o imóvel.

Se você já tem uma parceria imobiliária ou está pensando em fazer uma, fique por aqui. Veremos, ainda, como montar um contrato e também como oferecer ou aceitar uma parceria imobiliária.

Leia também como comprar e vender imóveis.

Contrato de parceria imobiliária

Como fazer um contrato de parceria imobiliária

Para fazer um contrato de parceria imobiliária, você terá que considerar fatores que façam sentido para ambas as partes.

Ou seja, não existe necessariamente um modelo fixo e que seja oficial. Mas sim, o que existe, é um levantamento de várias questões que sejam viáveis para a parceria de vocês evoluir.

O mais importante é que no contrato da parceria estejam todas as cláusulas que segurem ambas as partes daquilo que foi combinado verbalmente anteriormente.

Porém, é importante colocar no contrato, também, situações que podem incorrer no meio do caminho, como desistências, abandonos, falta de sequência no trabalho, etc.

Tudo isso precisa ser formulado de maneira clara e, acima de tudo, de maneira que seja viável para ambas as partes.

Abaixo, separamos algumas cláusulas e informações que devem entrar no contrato de parceria imobiliária, veja:

  • Informações pessoais completas;
  • Descrição do imóvel e do tipo de negócio;
  • Descrição das corretagens e divisões;
  • Descrição das atividades e responsabilidades;

Veja mais detalhes sobre cada item da lista acima.

banner ville Imob

Informações pessoais completas

Este é um passo básico da criação de um contrato de parceria imobiliária.

Afinal, nenhum contrato terá validade se as informações de ambas as partes não estiverem presentes logo nas primeiras linhas.

E aqui, é muito importante que as informações estejam devidamente corretas.

Caso contrário, o contrato também não terá validade. Afinal, um erro no número do CPF, por exemplo, já é o suficiente para que uma das partes tenha brechas judiciais.

Portanto, é muito importante que o contrato seja não só feito por um especialista (advogado). Mas também, é importante que as informações sejam revisadas com cuidado.

Descrição do imóvel e do tipo de negócio

O segundo aspecto que deve ser considerado no contrato, é a descrição do imóvel.

Ou seja, é muito importante que a descrição do imóvel seja feita de maneira minuciosa e com todos os detalhes possíveis.

Além do imóvel, é preciso que haja uma boa descrição, também, do tipo de negócio que este contrato está selando.

Ou seja, não adianta escrever de maneira “pincelada” que este é um contrato de parceria imobiliária. Pois este termo é muito abrangente.

É preciso descrever por completo que tipo de negócio esta parceria vai trabalhar. Se é aluguel, se é venda, se é captação, se é alguma estratégia de marketing, ou o que for.

Portanto, faça uma cláusula específica para demonstrar como o trabalho será feito em detalhes – sem esconder nada. Riqueza de detalhes ajuda no cumprimento do contrato.

Veja também contrato de aluguel: tudo sobre como fazer um contrato de aluguel.

Descrição das corretagens e divisões

Outro aspecto importante que deve ter no contrato de parceria imobiliária, é a descrição das corretagens e todas as divisões monetárias que a parceria prevê.

Por mais que a sua parceria imobiliária seja feita entre amigos, é muito importante que isso seja selado em contrato. Caso contrário, há margem e brechas para distorções no futuro.

Quanto mais detalhada for a descrição das comissões para vendas de imóveis ou terrenos, melhor.

Deixe claro quanto cada um vai ganhar, de onde este dinheiro vai vir, qual é o valor inicial da corretagem que o dono do imóvel vai pagar, quando será pago, em que banco, etc.

Aqui, entra o mesmo que mencionamos anteriormente: quanto mais riqueza de informações, melhor para a execução integral das cláusulas.

Contrato de parceria imobiliária

Descrição das atividades e responsabilidades

E por fim, o contrato ainda precisa prever outras descrições – estas, relacionadas as responsabilidades de cada um.

Quanto mais descritivo for o contrato para as responsabilidades de cada um na parceria, melhor para o cumprimento das cláusulas.

Isso vai ajudar para que, no futuro, não haja uma discordância entre quem faz o que para atingir o objetivo da venda do imóvel.

Por exemplo, se um corretor vai cuidar da estratégia de marketing e o outro vai cuidar do relacionamento com potenciais clientes, isso precisa estar devidamente descrito.

É claro que o trabalho pode ir além do contrato. Afinal, o mercado é vivo e as coisas mudam a todo momento.

Porém, ter uma segurança jurídica para ambos os lados é o que vai fazer com que as coisas “andem” de maneira mais alinhada.

E por falar em alinhamento de trabalho, é muito importante que todas as informações dos imóveis e clientes estejam bem alinhados na base dos corretores.

Para isso, utilizar um sistema de gestão imobiliária é fundamental.

Clique aqui para conhecer o sistema de gestão da Ville Imob. Faça um teste grátis e veja como a tecnologia “tudo em um” vai ajudar nas suas parcerias imobiliárias.

Para que serve uma parceria imobiliária?

Até aqui, entendemos o quanto é importante ter um contrato para suas parcerias imobiliárias. Porém, o que é, de fato, esta “parceria imobiliária”? Pra que serve e como usar para vender mais?

A parceria imobiliária é uma forma de colocar mais energia em prol de um objetivo maior: vender um imóvel.

Ou seja, é uma maneira de alocar mais profissionais em prol de uma venda que precisa acontecer em um período de tempo.

Desta forma, as chances de a venda acontecer aumentam, de forma que há um “compartilhamento” de contatos e potenciais clientes. E isso, claro, faz as coisas andarem melhor.

Porém, da mesma forma que há uma velocidade maior para a realização de um objetivo, há também um preço a se pagar por isso.

Se você vender um imóvel sozinho e sem nenhuma parceria, a comissão é somente sua. Porém, em uma parceria, esta comissão será diluída entre todos os membros da parceria.

Isso pode ser bom ou pode ser ruim.

É bom, se um imóvel está encalhado e não vende. É ruim, se apenas uma das partes faz todo o esforço de venda e, depois, tem que dividir a comissão.

Por isso é que o contrato de parcerias imobiliárias é tão importante. Ele garante que os negócios sejam feitos de maneiras adequadas e viáveis – garantindo a segurança de todos.

Veja abaixo algumas dicas de como fazer uma parceria imobiliária de sucesso.

Contrato de parceria imobiliária

Dicas de como fazer uma parceria imobiliária de sucesso

Uma parceria imobiliária de sucesso é fruto de um acordo muito bem alinhado entre duas ou mais partes. A partir disso, vendas e negócios imobiliários podem acontecer e fazer com que todos prosperem.

Porém, para chegar neste ponto, aqui vão algumas dicas práticas que você pode considerar:

  • Saiba o momento exato de pedir uma parceira;
  • A parceria precisa ser um ganha-ganha inteligente;
  • Não abandone o seu cliente para se dedicar a uma parceria;
  • Seja transparente com seu parceiro e acorde tudo antes;
  • Fale abertamente sobre comissões e dinheiro;

A seguir, veja detalhes de cada uma dessas dicas.

Veja também como fazer um anúncio de imóveis chamativo.

Saiba o momento exato de pedir uma parceira

Uma das coisas mais importantes na hora de fazer uma parceria imobiliária, é saber a hora certa de pedir essa parceria.

Ou seja, você não pode pedir uma parceria para um imóvel que já está quase vendido, e muito menos, para um imóvel que está irregular e sem bases Legais para ser vendido.

O momento exato de pedir uma parceria, é quando você notar que outros corretores podem ajudar com suas bases de contatos e prospectos.

Assim, o ganha-ganha estará garantido.

Lembre-se que uma parceria é uma forma de unir o útil ao agradável para ambas as partes – e não apenas para uma parte.

A parceria precisa ser um ganha-ganha inteligente

O ganha-ganha, conforme entendemos anteriormente, é muito importante. É isso que faz a parceria valer a pena para as duas partes.

Ou seja, não adianta você pedir uma parceria para “tirar uma casquinha” dos prospectos do seu parceiro. A primeira venda até pode acontecer. Mas o longo prazo disso não é saudável pra ninguém.

Agir com ética imobiliária durante as parcerias é muito importante.

Contrato de parceria imobiliária

Não abandone o seu cliente para se dedicar a uma parceria

A parceria não é uma forma de “delegar” todas as tarefas para o seu parceiro.

Ou seja, você não pode abandonar o seu potencial cliente só porque entrou um novo parceiro de negócios.

Continue trabalhando normalmente, da mesma forma que você faria sem uma parceria.

Assim, as coisas vão andar e vai valer a pena.

Inclusive, vale a pena experimentar o sistema de CRM imobiliário da Ville Imob para que você continue mantendo contato com seus prospectos.

Criar relações ajuda demais.

Clique aqui para conhecer o sistema e fazer um teste grátis ainda hoje.

Seja transparente com seu parceiro e acorde tudo antes

O contrato de parceria imobiliária serve para que as coisas sejam oficializadas e passadas a limpo.

Porém, o relacionamento do dia a dia deve continuar acontecendo, independente de ter um contrato ou não.

Por isso, procure sempre ser transparente com seu parceiro de negócios. Acorde todas as etapas da estratégia, defina ideias e trabalhem em conjunto, sempre de forma aberta e sem esconder nada.

Fale abertamente sobre comissões e dinheiro

E por fim, não tenha medo de falar sobre dinheiro. Seja transparente, inclusive, nisso.

Combinem como vai ser a comissão, quanto cada um vai receber, quem vai depositar pra quem e por aí vai.

Afinal, o objetivo da parceria é gerar frutos promissores. E falar sobre comissões e divisão de lucros é importantíssimo.

Contrato de parceria imobiliária

Baixar contrato de parceria imobiliária

Para baixar um modelo de contrato de parceria imobiliária, você poderá procurar diretamente nas páginas dos CRECIs de cada região.

Por exemplo, este modelo de contrato está no site do CRECI/MG.

Conte sempre com a Ville Imob para que suas parcerias imobiliárias sejam um sucesso.

Com nossas ferramentas e recursos do sistema “tudo em um”, você poderá delegar trabalhos burocráticos para o sistema e focar suas energias naquilo que vai trazer mais resultados em vendas.

No sistema de gestão imobiliária da Ville Imob, você vai ter:

  • CRM imobiliário;
  • Integração com redes sociais;
  • Integração com portais imobiliários;
  • Sistema de chat;
  • Site imobiliário;
  • Versão mobile;
  • E muito mais.

Com estes recursos, você poderá ter ótimos insights para estratégias, além de manter sua base de clientes e prospectos organizada.

Clique aqui para fazer um teste grátis e boas vendas!