Por conta do desaquecimento do mercado imobiliário como um todo, de vendas a lançamentos, investidores têm de se reinventarem e buscarem novas alternativas de ganhar dinheiro. A aposta da vez é a atividade de self storage.

Provavelmente, você já viu em filmes e séries americanos personagens alugando um galpão para guardar seus pertences, numa espécie de garagem. Então, é justamente disso que se trata o self storage, da locação desses espaços.

No primeiro trimestre de 2016, havia mais de 100 empresas que exploram a atividade de self storage, segundo levantamento da assessoria imobiliária Engebanc. Somando 170 mil metros quadrados de área, essas empresas estão em 20 cidades e cinco estados brasileiros.

Como aproveitar o fenômeno do mercado de self storage no Brasil?

O momento pede adequação do mercado à nova realidade do setor. Isso significa que investidores não ficam apenas lamentando a crise, mas buscam formas de ganhar dinheiro com ela. Por conta disso, os fundos de investimento apostam na expansão de novos empreendimentos e no potencial da atividade do mercado de self storage no Brasil. É a sua hora de investir para negociar esses espaços com seus clientes.

Se você é corretor de imóvel e possui uma área onde possa ser implementado tal atividade, que tal oferecer para venda essa área para esse tipo de investidor ? Mesmo que não consiga identificar esse tipo de investidor, fique ligado, pois você poderá receber em breve em sua imobiliária, interessados em terrenos ou áreas para esse tipo de atividade.

imob-v30-728x90-post

Quem precisa desse serviço?

A nova atividade do mercado é uma alternativa pra quem mora ou vai se mudar para um ambiente menor ou para quem não possui espaço em casa. Os empreendimentos lançados hoje em dia não são mais projetados como nas décadas passadas, ou seja, a metragem é muito menor.

Aí, já não existem mais espaço para depósitos, porão, quarto de empregada, sótão ou mesmo uma dispensa. Como consequência, perdemos o quartinho da bagunça em que acumulávamos tudo.

Aqui, o objetivo é oferecer uma área complementar para que as pessoas possam guardar qualquer item. Aproveite a oportunidade para propor uma solução para aqueles que não têm espaço em casa.

Economizar espaço em casa e dinheiro, quem não quer?

Indique a atividade aos clientes que não têm dinheiro para comprar um apartamento grande e acaba sendo fisgado pela ideia de morar em um local pequeno, mas aconchegante. Dê a opção de garantir um espaço extra para guardar bens que ele não usará durante um tempo, mas precisará de um espaço próprio.

Estudo da Engebanc aponta para um preço médio de locação desses espaços que vai de 97,40 reais por metro quadrado (para os boxes menores) e 63,40 reais por metro quadrado (para os maiores boxes). Aproveite as oportunidades e novidades, sendo você comprador de imóvel ou corretor imobiliário.

E como sempre damos a dica, se você precisa de uma Plataforma para gerenciar e fazer o marketing de seus imóveis, experimente grátis por 15 dias nossa plataforma para imobiliárias e corretores.

Abraço da Equipe ville Imob, sucesso e bons negócios 🙂

 

 

Posts relacionados

Compartilhe: