Se você atua há um bom tempo no mercado imobiliário, já deve ter atendido clientes que, além da diferença de idade, os hábitos e preferências entre as gerações mais velhas e os clientes mais jovens, conhecidos como geração Y (nascidos entre 1980 e 1990), também mudam bastante, e para isso há tipos de estratégias de vendas de imóveis.

Não é por menos. Diversos estudos apontam que cada geração possui certos comportamentos, valores e trabalhos distintos. Logo, para você conseguir agradar a gregos e troianos com o seu serviço, é preciso se adaptar aos costumes de cada cliente. Isso inclui a forma de atendimento, bem como o tipo de informação que eles consideram relevante.

A Associação Nacional dos Corretores de Imóveis dos Estados Unidos (NAR) já confirma que geração Y já é o principal comprador de imóveis – e assim será por um bom tempo ainda –. No Brasil, a história se repete. O portal de anúncios de imóveis VivaReal levantou, no ano passado números de acesso ao site. A partir dessa análise, constatou-se que 55% das pessoas que buscam imóveis na internet são da geração Y.

Nesse sentido, vamos apresentar, abaixo, algumas estratégias de vendas de imóveis focando esse público:

Use e abusa das novas tecnologias

Se a geração Y passa 24 horas conectada, você deve fazer o mesmo. Se ela gosta de se comunicar por meio de aplicativos mobile, não insista em ligar para seus clientes mais jovens. Eles não têm mais esse hábito e muitos nem gostam de falar pelo telefone.

Para essa turma, os smartphones têm outras funções, como navegar pela internet e interagir nas redes sociais. Então, passe a divulgar seus imóveis no Facebook, Twitter e onde mais os jovens estiverem. E não deixe de destacar que você responde mensagens via WhatsApp. Veja a importância de dominar essas tecnologias: a NAR calcula que mais de 50% dos jovens usam smartphones para procurar um imóvel, sendo que 26% desse total fecha negócio.

Para te ajudar a divulgar e ficar antenado nesses canais, utilize a ferramenta de Integração Social ville Imob. Você irá aumentar as chances de vender e locar os seus imóveis e é claro ter imóveis disponiveis onde essa geração se encontra.

Imob-v30-728x90-post

Seja rápido nas respostas

Basta olhar para a internet para saber que a geração Y valoriza respostas rápidas, sem muita enrolação. Deve ser por isso que o Twitter é uma das redes sociais preferidas desse público.

Essa agilidade na troca de mensagens e busca por informações mostra outro comportamento da geração mais jovem: eles são mais impacientes. Se eles querem uma coisa, só ficarão satisfeitas quando conseguirem. O levantamento do portal VivaReal confirma isso: 40% da geração Y considera três meses um tempo suficiente para escolher e negociar um imóvel.

Identifique as preferências desse público

Talvez, as gerações passadas ainda se preocupam mais com o tamanho do imóvel. O mesmo não se pode dizer do público mais jovem. Eles valorizam e priorizam mais a localização por conta da mobilidade, uma vez que eles gostam de passar mais tempo fora de casa. Além disso, eles querem praticidade. Por que comprar um imóvel grande se vai dar mais trabalho para deixá-lo arrumado? Questionam eles.

Sabendo o que eles valorizam, fica mais de apresentar imóveis compatíveis às preferências deles e, assim, de vender mais.

Em linhas gerais, o corretor de imóveis que quer se dar bem com a geração Y precisa estar antenado as ferramentas de tecnologia mais usadas no momento, além de entender o comportamento dessa turma. Então, aproveite e conheça melhor a plataforma imobiliária ville Imob, são 7 soluções para você gerenciar as suas atividades imobiliárias.

Sucesso e Boas Vendas!

Posts relacionados