Trazer seu escritório para dentro de casa é uma tendência que está ganhando cada vez mais força. De acordo com uma pesquisa da Top Employers Institute, divulgada no início deste ano, 15% das companhias brasileiras já oferecem a oportunidade do home office. Um número ainda pequeno, se comparado à realidade de alguns países europeus.

Apesar dos grandes benefícios, como economia nos gastos, comodidade, e mais tempo com a família, a adoção dessa medida precisa garantir retorno. Pensando nisso, separamos 10 dicas importantes para um home office bem sucedido.

1 – Manter o foco e a organização

Quando se fala em trabalhar em casa, duas palavras são rapidamente lembradas: disciplina e organização. O corretor, autônomo ou não, precisará se planejar bem para não perder o controle de sua rotina e assegurar uma boa produtividade. Por isso, prever e enumerar as primeiras medidas a serem tomadas é um ótimo jeito de começar.

2 – Separe assuntos familiares de assuntos profissionais

A vantagem de ter sua família mais próxima pode acabar atrapalhando se essa situação não for bem administrada. Imagine se seu filho pede atenção bem na hora que você está conversando com um cliente?

Pensando nisso, sua família deve ser a primeira a saber que o seu espaço de trabalho estará em casa. É preciso deixar claro quando você não poderá ser incomodado e quais espaços eles não podem interferir.

3 – Reserve um local em casa

E por falar em espaço, reservar um lugar distante de coisas que possam tirar sua atenção do trabalho é muito importante. Jogar fora aquilo que você não costuma utilizar mais é uma de liberar espaço para a formação de um escritório. O recomendável é que seja um local tranquilo, onde você não seja incomodado com frequência.

4 – Invista em equipamentos de qualidade

Pensar em ter bons equipamentos evita dores de cabeça. Para administrar bem o contato com clientes, tenha uma linha de telefone exclusiva e um bom acesso à internet. Tenha também uma impressora à disposição e nenhum outro aparelho que não seja necessário.

5 – Estabeleça um horário de trabalho

Mas qual benefício haverá em estar mais perto da família, se você acabar trabalhando mais? Por isso, estabeleça um horário de trabalho. Essa iniciativa também deve ajudar no agendamento de visitas à imóveis e na organização das obrigações de seu “escritório em casa”.

6 – Esteja presente na internet

Manter-se on-line é muito importante para a divulgação de seus imóveis. O meio mais eficiente para o corretor são as Redes Sociais. No entanto, criar um site próprio pode auxiliar ainda mais na divulgação de sua carteira de imóveis.

7 – Invista no coworking

Quando o contato pessoal com o cliente for inevitável para se fechar um negócio, você pode optar pelas áreas de coworking – espaços de escritórios alugados por outras pessoas para realização de reuniões por um preço acessível.

8 – Dinamize o contato com seus clientes

Quando não for o caso de um encontro pessoal, recorra a opções para manter contato frequente com o cliente. O corretor pode utilizar o Whats App, para antecipar informações, ou fazer reuniões por vídeo conferência. Opções que diminuem a distância e garantem a formalização do negócio.

9 – Garanta a sua carteira de imóveis

Em favor do corretor de imóveis independente, existem portais que oferecem a captação de imóveis. Isso pode ajudar o corretor a ter uma carteira de casas e apartamentos que atenda um público mais diversificado.

10 – Seja responsável

Esse é o maior desafio de um home office. Além do conhecimento, ser o próprio chefe exige cobrar bastante de si para agir com profissionalismo e dominar essa dinâmica diariamente.

Então, você se sente pronto para liderar o próprio negócio?

Posts relacionados