Tradição no mercado imobiliário norte-americano, o Open House (Casa Aberta, em tradução livre) é uma estratégia para reunir o maior número de interessados em um imóvel e despertar neles a vontade de comprar o imóvel em questão naquele momento.

Mesmo não sendo uma prática muito comum no Brasil, você pode experimentar essa estratégia de marketing para vender imóveis. Afinal de contas, em um mercado altamente competitivo como é o imobiliário, é preciso estar sempre inovando para atrair mais clientes e se diferenciar de outros corretores.

Nesse sentido, você precisa saber como a estratégia funciona direito e qual é a melhor forma de divulgá-la. Se você se interessou por esse novo conceito, não deixe de ler as dicas abaixo para saber como aplicá-lo da melhor maneira possível:

Open House deve ser feito de forma esporádica

Em primeiro lugar, é preciso deixar claro que o Open House é diferente de abrir um imóvel decorado para receber visitas. O Open House é, na verdade, um evento para gerar expectativa em inúmeros clientes que deve ser feito de forma esporádica.

Caso você realize um Open House todo fim de semana, o evento perde o seu sentido. O cliente deve saber que ele não pode perder, de jeito nenhum, a oportunidade de conhecer o imóvel por dentro.

Além disso, fazer Open House com muita frequência deixa a impressão de que o proprietário está desesperado para se livrar do imóvel, o que pode desvalorizá-lo. Portanto, não se empolgue tanto e só aplique essa estratégia de tempos em tempos, quando você sentir que é o melhor momento.

Quem convidar e como divulgar o Open House

A ideia do Open House é reunir uma boa quantidade de pessoas que sejam potenciais clientes daquele imóvel. Então, não faz sentido convidar um solteiro para ir ao Open House de uma casa de 4 dormitórios. Ele não está à procura desse tipo de imóvel.

Na hora de convidar seus clientes, selecione os que têm o perfil do imóvel e dispare e-mails avisando dia, horário e endereço do Open House. Faça isso com antecedência para eles não perderem a oportunidade, hein! Você pode, ainda, distribuir panfletos nos prédios comerciais e residenciais da região onde será feito o Open House.

Assim, quem pretende comprar não precisa fazer um agendamento prévio. E, por parte do proprietário, o imóvel fica exposto para muita gente. Isso significa uma venda mais rápida.

Preparativos para o Open House

Como se trata de um grande evento, você não pode deixar de fazer tudo para última hora. Geralmente, os Open Houses em casas de luxo são uma grande festa, na qual servem jantar com música. Isso tudo para os convidados se sentirem como se estivessem fazendo uma festa na sua própria casa. Claro, se o imóvel for de padrão médio, pode ser uma reunião a tarde com um lanchinho, por exemplo.

imob-v30-728x90-post

Como o corretor deve se comportar num Open House

Aqui, o corretor precisa receber muito bem os convidados e passar informações básicas do imóvel logo na entrada. Em seguida, não acompanhe os clientes em outros cômodos. Dessa forma, eles se sentem mais à vontade, como se estivessem na própria casa.

Ao final do evento, pergunte como foi a experiência deles e, se for necessário, passe mais informações do imóvel. Mesmo que o cliente não tenha se interessado tanto pelo imóvel, não perca a oportunidade de criar um relacionamento com ele.

E aí, gostou da estratégia? Então, faça bom uso dela e boa sorte!

Posts relacionados

Compartilhe: