Se você é uma daquelas pessoas que trabalhou bastante, se dedicou para economizar dinheiro e se organizou para o dia em que iria entrar em sua casa nova, deve saber o quão emocionante é o momento da entrega das chaves, não é mesmo?

Pois saiba que, além de emocionante, esse momento é muito importante e exige bastante atenção para se evitar dores de cabeça no futuro. Elas podem surgir quando você perceber defeitos nas instalações do imóvel ou grandes diferenças em relação ao que foi apresentado no dia das visitas, mas que não foram identificadas por falta de checagem no dia da entrega das chaves.

Sempre existe a possibilidade de recorrer a construtora para a correção daquele defeito que ocorreu na construção, porém, o retorno pode ser bem demorado, desgastante ou não ocorrer da forma esperada. Por isso, inspecionar seu novo imóvel no dia da entrega faz toda diferença.

A ajuda de um bom profissional

Um bom corretor de imóveis deve ter a iniciativa de sugerir uma vistoria no imóvel, antes de passar as chaves definitivamente para as mãos dos clientes. Mas, como todo o cuidado ainda é pouco, contratar um profissional habilitado (engenheiro, arquiteto ou mesmo um eletricista) para lhe acompanhar é a garantia de uma inspeção rápida, detalhada e de qualidade.

Quando a companhia de um profissional não for possível, você pode utilizar o memorial descritivo do imóvel, documento com todas as características do apartamento ou casa, para se guiar. Por isso é importante que você tenha uma plataforma como o ville imob, que permite você cadastrar toda a documentação na ficha do imóvel em controle e documentação.

Também é importante levar materiais de medida para checar se os tamanhos dos cômodos estão de acordo com os descritos nos documentos.

imob-v30-728x90-post

Os detalhes a serem inspecionados

A vistoria no imóvel novo será como um passeio. Dessa forma, confira com cuidado espaços importantes que farão parte do seu dia a dia.

1) Teste a eficiência das fechaduras e maçanetas, pensando em sua segurança. Abra e feche portas e janelas. Verifique se elas não deixam passar luz por alguma fresta, inclusive nas partes superiores e inferiores. Se passar um feixe de luz, também pode passar água ou uma corrente de vento inconveniente.

2) A aparência das portas e janelas também são importantes, assim como a aparência das paredes, tetos, vidros e pisos, porque qualquer trinca ou risco pode ser sinal de algum trabalho mal feito ou defeito que tenha passado despercebido. Os pisos, particularmente, podem esconder algum espaço oco que facilite o descolamento mais à frente, além de precisarem estar devidamente alinhados.

3) Do mesmo jeito que foi feito com as portas e janelas, abra e feche as torneiras e o registro também, sem esquecer de conferir o escoamento dos ralos. Na parte elétrica, teste as tomadas com um carregador de celular, por exemplo, e use uma lâmpada para testar os bocais. Veja se todos os pontos necessários estão indicados no quadro de energia e, por fim, toque a campainha. Se a energia não estiver ligada ainda, isso deve constar no termo de vistoria.

Prazo para reclamação

Defeitos encontrados durante a vistoria devem ser corrigidos em 30 dias pela construtora. Se forem identificados depois, você tem 90 dias para reclamar. Tire fotos do que não estiver funcionando, como forma de garantia e comprovação.

As chaves podem ser aceitas apenas quando tudo estiver dentro do esperado. Apesar de trabalhosa, com certeza a vistoria no novo imóvel deixa uma sensação de alívio e serve como garantia de que o cliente não terá problemas em aproveitar sua nova casa ou apartamento. Por isso, vá em frente e bons negócios!

Posts relacionados