Você não tem noção do quanto a criatividade pode ajudar em seus negócios. E o Open House é uma boa prova disso. Embora não seja muito comum no Brasil, vale a pena investir nessa estratégia para se diferenciar da concorrência acirrada do mercado imobiliário.

Ao pé da letra, Open House significa casa aberta. Tradicional do mercado imobiliário norte-americano, essa estratégia tem como proposta apresentar um imóvel para diversos clientes ao mesmo tempo. Tudo isso em um clima bem festivo e atraente, incluindo drinks e aperitivo.

Mas o objetivo principal desse encontro não envolve bebida à vontade. Trata-se de uma oportunidade para encantar possíveis interessados na compra do imóvel e, assim, ficar mais próximo de uma nova venda. Enfim, juntar o útil ao agradável.

Ficou interessado nessa estratégia para vender mais? Calma, não é recomendável fazer um Open House em todos os tipos de imóveis e tampouco a todo momento. Aprenda em quais situações recorrer a essa técnica de venda e como usá-la a seu favor:

Organização do Open House com antecedência

Pense tudo de forma bastante organizada e não deixe nada pra última hora. A organização deve estar de acordo com o tipo de imóvel escolhido para seu evento. Afinal de contas, um imóvel de padrão médio acomoda melhor uma reunião à tarde, com lanchinho mais básico. Por outro lado, em casas de luxo, festas noturnas com um belo jantar fazem mais sentido.

Clima do Open House

O Open House não é a mesma coisa que abrir uma visitação para um imóvel decorado. Neste caso, o ambiente descontraído será garantido por decorações típicas de uma festa. É interessante que você também ofereça finger food e coquetéis para seus convidados, sem esquecer de uma boa música de fundo.

Divulgação do Open House

Em primeiro lugar, use e abuse da internet. Faça a divulgação do evento em seu site imobiliário, além da redes sociais. Para diminuir seu trabalho, conte com o serviço de integração social do ville imob. Assim, quando você publicar as informações do evento em seu portal, automaticamente elas serão compartilhadas diversas redes sociais cadastradas, inclusive no WhatsApp. Isso faz com que você impacte mais pessoas.

Não deixe de divulgar fora da internet. Aqui, vale a pena distribuir panfletos na região próxima do imóvel. O ideal é que todas as informações estejam bem claras neles, como endereço, data e horário. E, mais uma vez, não deixe de fazer isso de última hora. As pessoas precisam de tempo para decidir se vão a um evento do gênero.

E fique atento! Pois não adianta convidar pessoas que não estão interessadas e não se enquadram nas características do imóvel que você tem para oferecer. Do contrário, sua boa estratégia pode ser frustrada nos resultados. Verifique seus cadastros atualizados para saber quem deve ser convidado.

Plataforma ERP ville Imob

Durante o Open House

Durante o evento, é importante que o corretor esteja bem vestido e, principalmente, bem informado sobre os detalhes do imóvel à venda. Converse com os convidados sobre todas as qualidades do local, mas deixe que eles se interessem por conhecer os cômodos sozinhos, como se estivessem em casa.

Pós Open House

Dias após o evento, procure entrar em contato com os convidados – pode ser um simples e-mail – para saber quais foram as impressões ao final. Receber esse feedback é muito importante para saber se você está no caminho certo.

O Open House é uma quebra de rotina para o corretor e para a imobiliária, sem deixar de perder o foco principal: a venda.

Essa estratégia, no entanto, deve ser esporádica. Se for feito com frequência, de forma banal, esse trunfo pode perder seu efeito ou passar uma impressão de grande desespero para vender. Por isso, garanta as melhores impressões, pois elas são garantias certeiras de futuras vendas.

Posts relacionados