Para se destacar na carreira e sair na frente da concorrência, é fundamental ficar atento às novas tendências do mercado. A principal delas se refere à construção de apartamentos compactos, com apenas um dormitório, sala e cozinha integrados.

Dentro desse movimento de apartamentos compactos, a incorporadora e construtora Vitacon anunciou o lançamento de um empreendimento com as menores unidades residenciais da América Latina. Cada apartamento terá apenas 10 metros quadrados no prédio que será construído na região central da cidade de São Paulo.

Aqui, trata-se de uma nova oportunidade que os corretores podem (devem) investir quando for captar novos imóveis. Para tanto, é fundamental entender os motivos que levam as incorporadoras a construir apartamentos compactos. Veja, a seguir, por que esse movimento tem ganhado força nos últimos anos e como você pode se aproveitar dele para ganhar mais dinheiro:

Apartamentos compactos têm a ver com novo comportamento do consumidor

É claro que as construtoras não investiriam pesado em projetos de apartamentos compactos se não houvesse demanda para eles. E isso tem a ver com o novo comportamento do consumidor.

Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a idade média para o casamento no Brasil é de 30 anos para as mulheres e de 33 anos para os homens. Na teoria, isso faz com que as pessoas demorem mais tempo para sair de casa dos pais e construir sua família.

No entanto, querendo ter mais independência, os jovens preferem sair da casa dos pais e morar sozinhos. Eis que surgem os apartamentos compactos para atender a essa nova necessidade.

Mais tempo fora de casa

Os apartamentos compactos também têm relação direta ao estilo de vida de jovens. É normal passar mais tempo fora de casa do que dentro dela.

Por conta do trabalho, estudos e atividades de lazer, as pessoas só vão para a casa, basicamente, para dormir e tomar banho. Então, para que ter um espaço tão grande que não será muito utilizado?

Apartamentos compactos localizam-se em regiões centrais

Se reparar bem, você percebe que os apartamentos compactos localizam-se em regiões centrais por um motivo bem simples: eles ficam próximos das áreas comerciais e de fácil acesso ao transporte público. Afinal de contas, ninguém aguenta mais ficar preso no trânsito durante horas e horas.

Plataforma ERP ville Imob

Tudo compartilhado

De modo geral, os empreendimentos com unidades residenciais reduzidas costumam ter áreas compartilhadas entre os moradores. Eles podem, por exemplo, usufruir de uma cozinha comunitária, de um espaço de coworking e de uma academia.

No caso específico do prédio da Vitacon, haverá ainda um espaço de “bike sharing” para que os moradores usem mais bicicletas e dispensem os carros. Isso sem falar de lojas no térreo com acesso livre para moradores e pedestres.

Enfim, o único espaço mais privado é justamente o apartamento que serve, basicamente, para dormir e tomar banho.

Média do preço dos apartamentos compactos

Falando dos apartamentos compactos da Vitacon, cada unidade de 10 metros quadrados custa 99 mil reais. Isso equivale a 9,9 mil reais por metro quadrado. De acordo com os dados do portal VivaReal, o valor do metro quadrado está acima da média da região que é de 7.362 reais. 

Como aproveitar a onda de apartamentos compactos para vender mais

Agora que você já sabe qual é o tipo de público que pode se interessar por apartamentos compactos, está na hora de criar uma estratégia para alcançá-lo. Em primeiro lugar, é importante organizar tanto a sua carteira de clientes quanto a de imóveis.

Para tanto, conte com o auxílio da plataforma ville Imob. Por meio do CRM imobiliário, você consegue cruzar os dados de contatos e imóveis para apresentar o produto mais compatível ao perfil dos clientes. Para alcançar mais interessados para um imóvel de apartamentos compactos, um caminho interessante está em divulgá-lo usando a ferramenta de integração social. Aí, é importante que você defina o público-alvo para impulsionar suas postagens.

Em resumo, o corretor de imóveis precisa estar atento a todos os movimentos do mercado imobiliário e se preparar para oferecer as novas tendências aos seus clientes. Saia na frente da concorrência e boas vendas!

 

Posts relacionados